Terça-feira, 21 de Julho de 2009

Hoje em dia chovem criticas ás digressões de pré-temporada dos grandes clubes europeus por esse mundo fora. Os adeptos queixam-se dos horários dos jogos, de não poderem ver no terreno os reforços e de que tudo não passa de um jogo de marketing. E não deixam de ter razão, mas os mais veteranos lembrar-se-ão de que estas digressões foram também a causa de que hoje em dia o beautiful game seja tão popular nos quatro cantos do mundo.

O Inter a disputar um torneio nos Estados Unidos. O Manchester United e Liverpool passeiam-se pela Ásia e pelas terras do tio Sam andam ou andarão, muito em breve, Chelsea, Barcelona, AC Milan ou Real Madrid. Ou seja, as grandes potências do futebol europeu preparam o arranque da nova época fora do Velho Continente. Um fenómeno que não é de hoje, mas que nos últimos cinco anos tornou-se habitual entre as grandes instituições desportivas. Expandir o seu nome nos mercados emergentes, campanhas de marketing agressivo e receitas extraordinárias são o pretexto dos clubes para disputar amigáveis contra clubes mexicanos, norte-americanos, canadianos, chineses, malaios ou japoneses. Os jogos são habitualmente disputados em horários dificeis de acompanhar para o público em geral que se queixa de ter perdido o hábito de poder ir ver os primeiros amigáveis da época, onde habitualmente os bilhetes eram quase gratuitos e a curiosidade em ver as caras novas, muita. Depois da polémica sobre os estágios fora de portas - uma moda que em Portugal leva já dez anos mas que parece estar a sofrer os efeitos da crise - o público em geral critica agora um fenómeno que, no entanto, esteve na génese do próprio desporto-rei.

 

Numa era onde a televisão era ainda uma criança e que as grandes provas contavam-se pelos dedos das mãos, os clubes europeus passavam quase metade da temporada em digressões. Fundamentais para conseguir receitas (os valores das transferências eram irrisórias e os ingressos por assistência poucos, apesar dos estádios cheios) que mantinham os grandes clubes acima dos demais, as digressões ou tours desportivas tinham o aliciante especial de levar ao Mundo os melhores jogadores. Hoje em dia a televisão e o You Tube permitem a que qualquer um possa acompanhar os seus idolos. Antigamente a rádio e o jornal era a única forma, para quem não podia ver, in loco, as grandes estrelas. A televisão despontou verdadeiramente a partir da década de 60 mas até lá os clubes dedicavam parte da temporada em viagens. As únicas vezes que os espectadores europeus viram jogar Pelé - se exceptuarmos os dois Mundiais que disputou - foram nas vários viagens do Santos pela Europa. O mesmo se passou com Alfredo Di Stefano - que num desses jogos foi descoberto por Santiago Bernabeu - mas também com Eusébio, Puskas, Kopa, Czibor, Zamora, Altafini, Vavá e tantos outros que só eram reconhecidos de nome. Não é por acaso que ainda hoje Eusébio é idolatrado em Inglaterra - pela performance no Mundial, mas também pelos vários jogos que o SL Benfica disputou aí. Aliás Portugal, com o seu império ultramarino, tinha por hábito enviar as grandes equipas do continente a viajar por Angola, Moçambique, Guiné e Macau para disputar vários encontros. Hoje em dia isso seria considerado puro marketing. Então era uma forma de afirmação.

As digressões sempre manifestaram problemas logisticos. Problemas de visados - que o diga Antonio Valencia que não seguiu com o Man Utd para a Ásia por não ter o passaporte actualizado - viagens longas e lesões, muitas lesões. Durante os anos 50 e 60 foram um calvários para as grandes estrelas, obrigadas a jogar infiltradas porque o cachet da tour implicava que estivessem em campo...sim ou sim. Pelé e Eusébio foram os mais fustigados e perderam a conta ao número de jogos que actuaram em péssimas condições apenas e só para que os seus clube podessem receber a totalidade do prometido. E claro, foram as digressões que possibilitaram muitas vezes recrutar nomes desconhecidos enquanto se imortalizavam as lendas de então. Conta um dia um espectador francês que todos os dias se sentava a discutir com os amigos que Kopa era o melhor jogador do Mundo, porque o tinha visto jogar anos antes. Os amigos diziam que não poderia ser, que o melhor era Pelé. Até ao dia em que o Santos passou por Paris para jogar um amigável e o espectador foi ver o astro brasileiro. Voltou à sua cidade convencido. "Sim, Kopa é muito bom, mas Pelé...é preciso vê-lo para acreditar que é possível jogar assim".

 

Nos dias de hoje esta afirmação é totalmente descabida.

Os milhões de fãs asiáticos, americanos ou australianos dos grandes clubes europeus estão fartos de seguir os passos de cada uma das suas estrelas favoritas. As tours acabam por ser uma forma inversa de agradecer a sua devoção - e sacar o natural lucro disso mesmo. Os jogadores visitam aqueles que os admiram, apoiam, compram os seus productos e vibram durante todo o ano, mas que só os podem ver pela televisão. Os adeptos locais têm toda a temporada para aplaudir e assobiar. Em Tóquio, Pequim, Xangai, Los Angeles ou Cidade do México a oportunidade é uma vez ao ano. E desfrutam dela ao máximo. Os clubes sabem que estes mercados emergentes mantêm o seu nome com alta cotação de mercado, mas há algo nostálgico e belo nestas longas viagens, nestes jogos fora de horas, neste público diferente nas bancadas. Algo de regresso aos dias onde um pequeno admirador poderia dizer, sorrindo, que pela primeira, e talvez única vez, tinha visto o seu idolo a jogar como nunca...e quem sabe o que isso significa, entende que isto também faz parte da magia do jogo. 



publicado por Miguel Lourenço Pereira às 09:33 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Últimos Comentários
Thank you for some other informative web site. Whe...
Só espero que os Merengues consigam levar a melhor...
O Universo do Desporto é um projeto com quase cinc...
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

.Em Destaque


UEFA Champions League

UEFA Europe League

Liga Sagres

Premier League

La Liga

Serie A

Bundesliga

Ligue 1
.Do Autor
Cinema
.Blogs Futebol
4-4-2
4-3-3
Brigada Azul
Busca Talentos
Catenaccio
Descubre Promesas
Desporto e Lazer Online
El Enganche
El Fichaje Estrella
Finta e Remate
Futebol Artte
Futebolar
Futebolês
Futebol Finance
Futebol PT
Futebol Total
Jogo de Área
Jogo Directo
Las Claves de Johan Cruyff
Lateral Esquerdo
Livre Indirecto
Ojeador Internacional
Olheiros.net
Olheiros Ao Serviço
O Mais Credível
Perlas del Futbol
Planeta de Futebol
Portistas de Bancada
Porto em Formação
Primeiro Toque
Reflexão Portista
Relvado
Treinador de Futebol
Ze do Boné
Zero Zero

Outros Blogs...

A Flauta Mágica
A Cidade Surpreendente
Avesso dos Ponteiros
Despertar da Mente
E Deus Criou a Mulher
Renovar o Porto
My SenSeS
.Futebol Nacional

ORGANISMOS
Federeção Portuguesa Futebol
APAF
ANTF
Sindicato Jogadores

CLUBES
Futebol Clube do Porto
Sporting CP
SL Benfica
SC Braga
Nacional Madeira
Maritimo SC
Vitória SC
Leixões
Vitoria Setúbal
Paços de Ferreira
União de Leiria
Olhanense
Académica Coimbra
Belenenses
Naval 1 de Maio
Rio Ave
.Imprensa

IMPRENSA PORTUGUESA DESPORTIVA
O Jogo
A Bola
Record
Infordesporto
Mais Futebol

IMPRENSA PORTUGUESA GENERALISTA
Publico
Jornal de Noticias
Diario de Noticias

TV PORTUGUESA
RTP
SIC
TVI
Sport TV
Golo TV

RADIOS PORTUGUESAS
TSF
Rádio Renascença
Antena 1


INGLATERRA
Times
Evening Standard
World Soccer
BBC
Sky News
ITV
Manchester United Live Stream

FRANÇA
France Football
Onze
L´Equipe
Le Monde
Liberation

ITALIA
Gazzeta dello Sport
Corriere dello Sport

ESPANHA
Marca
As
Mundo Deportivo
Sport
El Mundo
El Pais
La Vanguardia
Don Balon

ALEMANHA
Kicker

BRASIL
Globo
Gazeta Esportiva
Categorias

a gloriosa era dos managers

a historia dos mundiais

adeptos

africa

alemanha

america do sul

analise

argentina

artistas

balon d´or

barcelona

bayern munchen

biografias

bota de ouro

braga

brasileirão

bundesliga

calcio

can

champions league

colaboraçoes

copa america

corrupção

curiosidades

defesas

dinamarca

economia

em jogo

entrevistas

equipamentos

eredevise

espanha

euro 2008

euro 2012

euro sub21

euro2016

europe league

europeus

extremos

fc porto

fifa

fifa award

finanças

formação

futebol internacional

futebol magazine

futebol nacional

futebol portugues

goleadores

guarda-redes

historia

historicos

jovens promessas

la liga

liga belga

liga escocesa

liga espanhola

liga europa

liga sagres

liga ucraniana

liga vitalis

ligas europeias

ligue 1

livros

manchester united

medios

mercado

mundiais

mundial 2010

mundial 2014

mundial 2018/2022

mundial de clubes

mundial sub-20

noites europeias

nostalgia

obituário

onze do ano

opinião

polemica

politica

portugal

premier league

premios

real madrid

santuários

seleção

selecções

serie a

sl benfica

sociedade

south africa stop

sporting

taça confederações

taça portugal

taça uefa

tactica

treinadores

treino

ucrania

uefa

todas as tags

subscrever feeds