Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

O futebol da Europa de Leste sempre foi menosprezado pelas potências ocidentais mas ao largo da história cada país teve direito à sua geração dourada que irrompeu nas grandes provas internacionais para demonstrar que o beautiful game é universal. Durante dez anos, e coincidindo com o ocaso futebolistico da URSS, o grande embaixador da Cortina de Ferro era uma selecção veloz, ágil e eficaz. A inesquecivel cavalaria polaca do marechal Gregorz Lato.

 

Uma equipa genial que apanhou a onda do futebol total que então brilhava no país das tulipas e a adaptou ao seu estilo de jogo, com jogadores velozes nas alas, avançados móveis e uma defesa de ferro. O seleccionador Kazimierz Gorsky tinha vindo a trabalhar com as selecções jovens polacas durante uma larga década e conhecia melhor que ninguém a próxima colheita do futebol polaco. Montou um onze repleto de jovens que durante quase uma década seriam a base de uma das equipas que melhor futebol jogava na Europa. Em 1972 em Munique a equipa olimpica, onde já alinhavam algumas das futuras estrelas, venceu a medalha de Ouro em Futebol. Na fase de qualificação para o Mundial de 1974 eliminou surpreendentemente a Inglaterra em pleno Wembley. Com uma equipa composta por Lato, Zmuda, Szarmach e Deyna, entre tantos outros, os polacos chegaram ao Mundial como equipa de segundo plano mas rapidamente mostraram que vinham com vontade de vencer.

 

No primeiro encontro venceram por 3-2 a favorita Argentina com uma notável exibição de Lato e poucos dias depois bateram a frágil equipa do Haiti por 7-0. No último jogo nova vitória surpreendente, 2-1 frente à Itália, vice-campeã em titulo, e vitória num grupo onde estavam destinados a figura de corpo presente. Na fase seguinte - dois grupos de quatro equipas onde os vencedores disputavam a final - a Polónia voltou a mostrar que havia mais que a Holanda no Mundial. Contra os suecos uma vitória por 1-0 e contra a Jugoslávia triunfo por 2-0. Chegava o jogo decisivo contra a RF Alemanha, a equipa da casa. O dia do encontro ficou marcado por um imenso temporal que prejudicava o rápido futebol polaco face ao jogo mas fisico dos alemães. Gorsky queria adiar o encontro mas a direcção não o permitiu e Muller fez ao minuto 72 o golo que impedia aos polacos chegar à final. A desilusão foi ultrapassada pela vitória diante do Brasil e o terceiro lograr conquistado e pela vitória de Lato na disputa pelo trofeu de melhor marcador do torneio.  

 

A notável performance no Mundial de 74 não se repetiu quatro anos depois apesar de que os polacos, tinham voltado a brilhar nos Jogos Olimpicos de 76, ficando com a medalha de Prata. Já sem Gorsky a equipa que eliminou Portugal na qualificação mantinha a mesma estructura a que se juntava o jovem prodigio Zbigniew Boniek, começou com um empate a 0 com os alemães, carrascos em 74. Seguiu-se uma vitória diante do México e o consequente apuramento para a segunda fase onde os sul-americanos Argentina e Brasil desforraram-se das derrotas quatro anos antes. A cavalaria polaca caiu por 2-0 diante da equipa da casa e por 3-1 contra o Brasil. A vitória por 1-0 diante do Peru serviu para lavar a imagem de uma equipa em renovação. Foi de cara lavada (só Lato, Zmuda e Szarmach repetiram a experiência) que os polacos chegaram a Espanha para o Mundial de 1982. Tinham passado oito anos e poucos davam crédito a novo brilharete.

 

Depois de dois empates a zero com Itália e Camarões a equipa garantiu o apuramento com um 5-1 ao Peru. Na segunda fase o ataque composto pela dupla Smolarek e Boniek, com o apoio do ainda decisivo Lato, bateu por 3-0 a surpresa Bélgica, que tinha derrotado a Argentina de Maradona, e depois bateram a URSS confirmando o apuramento para as meias finais. Boniek, suspeno, viu o jogo da bancada e a defesa que tinha sido tão eficaz em marcar Rossi no jogo de abertura foi destroçada pela velocidade e sentido de oportunidade do dianteiro italiano que com dois golpes cirúrgicos decidiu a eliminatória. Tal como em 74 o sabor a desilusão foi compensado com o terceiro posto, após vitória sofrida diante da romântica França de Platini, por 3-2.

 

Foi o fim da era dourada do futebol polaco. Apesar de Boniek continuar a brilhar a nivel individual, a equipa polaca nunca mais logrou chegar tão longe. Eliminado por Portugal no apuramento para o Euro 84, a presença no Mundial do México 86 foi modesta. Seguiu-se um periodo de 16 anos sem voltar a um grande palco, mas na Coreia do Sul os polacos foram uma sombra do seu passado glorioso, uma época onde a armada de Lato era respeitada nos quatro cantos do planeta futebol.


Categorias: ,

publicado por Miguel Lourenço Pereira às 14:09 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Últimos Comentários
Thank you for some other informative web site. Whe...
Só espero que os Merengues consigam levar a melhor...
O Universo do Desporto é um projeto com quase cinc...
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

.Em Destaque


UEFA Champions League

UEFA Europe League

Liga Sagres

Premier League

La Liga

Serie A

Bundesliga

Ligue 1
.Do Autor
Cinema
.Blogs Futebol
4-4-2
4-3-3
Brigada Azul
Busca Talentos
Catenaccio
Descubre Promesas
Desporto e Lazer Online
El Enganche
El Fichaje Estrella
Finta e Remate
Futebol Artte
Futebolar
Futebolês
Futebol Finance
Futebol PT
Futebol Total
Jogo de Área
Jogo Directo
Las Claves de Johan Cruyff
Lateral Esquerdo
Livre Indirecto
Ojeador Internacional
Olheiros.net
Olheiros Ao Serviço
O Mais Credível
Perlas del Futbol
Planeta de Futebol
Portistas de Bancada
Porto em Formação
Primeiro Toque
Reflexão Portista
Relvado
Treinador de Futebol
Ze do Boné
Zero Zero

Outros Blogs...

A Flauta Mágica
A Cidade Surpreendente
Avesso dos Ponteiros
Despertar da Mente
E Deus Criou a Mulher
Renovar o Porto
My SenSeS
.Futebol Nacional

ORGANISMOS
Federeção Portuguesa Futebol
APAF
ANTF
Sindicato Jogadores

CLUBES
Futebol Clube do Porto
Sporting CP
SL Benfica
SC Braga
Nacional Madeira
Maritimo SC
Vitória SC
Leixões
Vitoria Setúbal
Paços de Ferreira
União de Leiria
Olhanense
Académica Coimbra
Belenenses
Naval 1 de Maio
Rio Ave
.Imprensa

IMPRENSA PORTUGUESA DESPORTIVA
O Jogo
A Bola
Record
Infordesporto
Mais Futebol

IMPRENSA PORTUGUESA GENERALISTA
Publico
Jornal de Noticias
Diario de Noticias

TV PORTUGUESA
RTP
SIC
TVI
Sport TV
Golo TV

RADIOS PORTUGUESAS
TSF
Rádio Renascença
Antena 1


INGLATERRA
Times
Evening Standard
World Soccer
BBC
Sky News
ITV
Manchester United Live Stream

FRANÇA
France Football
Onze
L´Equipe
Le Monde
Liberation

ITALIA
Gazzeta dello Sport
Corriere dello Sport

ESPANHA
Marca
As
Mundo Deportivo
Sport
El Mundo
El Pais
La Vanguardia
Don Balon

ALEMANHA
Kicker

BRASIL
Globo
Gazeta Esportiva
Categorias

a gloriosa era dos managers

a historia dos mundiais

adeptos

africa

alemanha

america do sul

analise

argentina

artistas

balon d´or

barcelona

bayern munchen

biografias

bota de ouro

braga

brasileirão

bundesliga

calcio

can

champions league

colaboraçoes

copa america

corrupção

curiosidades

defesas

dinamarca

economia

em jogo

entrevistas

equipamentos

eredevise

espanha

euro 2008

euro 2012

euro sub21

euro2016

europe league

europeus

extremos

fc porto

fifa

fifa award

finanças

formação

futebol internacional

futebol magazine

futebol nacional

futebol portugues

goleadores

guarda-redes

historia

historicos

jovens promessas

la liga

liga belga

liga escocesa

liga espanhola

liga europa

liga sagres

liga ucraniana

liga vitalis

ligas europeias

ligue 1

livros

manchester united

medios

mercado

mundiais

mundial 2010

mundial 2014

mundial 2018/2022

mundial de clubes

mundial sub-20

noites europeias

nostalgia

obituário

onze do ano

opinião

polemica

politica

portugal

premier league

premios

real madrid

santuários

seleção

selecções

serie a

sl benfica

sociedade

south africa stop

sporting

taça confederações

taça portugal

taça uefa

tactica

treinadores

treino

ucrania

uefa

todas as tags

subscrever feeds