Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

Com o final de mais uma edição da Taça das Confederações, e deixando à parte todas as polémicas relativas à (fraca) organização local, resta-nos olhar para trás e relembrar o que de melhor se pôde apreciar durante as semanas de competição que acabaram por coroar o Brasil campeão pela terceira vez.

 

Foram 11 Magnificos entre um exército pouco deslumbrante, onde as grandes estrelas estiveram uns furos abaixo do esperado (a longa época passou factura) e que deixou alguns nomes na retina para confirmar no próximo ano quando já for uma competição verdadeiramente a doer. 

 

Guarda Redes

Tim Howard

 

O guardião norte-americano que teve uma passagem para esquecer pelo Manchester United é hoje um precioso seguro de vida para o Everton de David Moyes. No momento mais alto da sua carreira, Howard provou que os Estados Unidos possuem uma linha defensiva praticamente intransponível. A sua exibição diante da Espanha foi épica, parando tudo o que havia para parar. Apesar dos seis golos sofridos nos dois jogos com o Brasil esteve impecável em ambos os encontros. Um jogador já veterano e com muita experiência que foi pedra base para a espantosa campanha da equipa norte-americana.

 

Defesa Direito

Jonathan Spector

 

Uma das agradáveis surpresas da prova. O jovem lateral direito que milita no West Ham United foi sempre um dos elementos mais seguros do onze norte-americano. Esteve a excelente nível em todos os encontros e foi dele o cruzamento letal para o primeiro golo americano na final. Tem toda a carreira à sua frente e o seu valor triplicou depois da viagem à Africa do Sul não sendo de esperar que dure muito tempo em Upton Park.

 

Defesa Esquerdo

André Santos

 

Foi sempre o sacrificado por Dunga para lançar os ataques venenosos de Daniel Alves, mas a verdade é que o lateral esquerdo foi sempre dos melhores jogadores em campo nos encontros disputados pela canarinha. Com o Brasil a viver um complexo problema com a sucessão de Roberto Carlos (já passaram pelo posto seis jogadores), o jovem defesa que actua no Corinthians foi um perfeito seguro de vida, tendo sido apenas victima do protagonismo da dupla Maicon-Daniel Alves, incompativel no lado direito do onze canarinho.

 

Defesas Centrais

Lúcio e Onyewu

 

Foram os pilares defensivos das equipas finalistas, decisivos em todos os momentos em sem responsabilidades nos lances de golo. Lúcio está no culminar de uma carreira brilhante. É o grande patrão do Brasil, homem de confiança de Dunga, e o lider indiscutivel do balneário. O central do Bayern Munchen esteve sempre em grande plano e coroou a magnifica prova com o golo vitorioso na final. 

 

O norte-americano Onyewu foi uma surpresa para muitos. Actua - está em final de contrato - no Standard de Liege de Boloni que se sagrou campeão belga e foi sempre uma muralha instransponível. Na meia final contra a Espanha anulou por completo Fernando Torres enquanto que no jogo com o Egitpo não deu nunca espaços à equipa rival. Na final foi apenas batido no confuso lance do 2-2 tendo tido uma exibição imaculada no restante desenrolar do encontro.

 

Médio Defensivo

Felipe Melo

 

Felipe Melo é o braço direito em campo de Dunga. O jovem médio da Fiorentina assumiu-se de estaca neste onze, superando Anderson e Elano na corrida à titularidade. Ao lado do veterano Gilberto Silva é o elemento mais móvel da dupla defensiva no meio campo, responsável pelas rápidas transições de jogo para Kaká e companhia. Foi sempre constante em todos os encontros e nunca hesitou em ajudar o ataque para criar desiquilibrios. Uma pérola do Brasil mais cinico.

 

Médio Direito

Xavi Hernandez

 

É sempre o motor da selecção espanhola. No dia em que não carburou a 100% viu-se o resultado. A campeã da Europa chegou cheia de pompa mas saiu da África do Sul com um sofridíssimo terceiro posto. Dominou o grupo a belo prazer graças ao trabalho de Xavi, que serviu sempre na perfeição a letal dupla ofensiva. No jogo das meias finais Xavi esteve apagado - notou-se o cansaço da época e o meio campo improvisado por Del Bosque - e a Espanha caiu. A sua ausência do jogo de terceiro e quarto posto voltou a mostrar o vazio do futebol ofensivo espanhol sem a sua batuta. Continua a ser o melhor.   

 

Médio Esquerdo

Clint Dempsey

 

No meio campo ou atrás da dupla Donovan-Altidore, o trabalho incansável de Patrick Dempsey ao longo do torneio foi espantoso. O norte-americano jogou ao lado de um grupo de luxo (Bradley, Clark, Feirlhaber, ...) mas destacou pela sua verticalidade e pelo seu faro de golo. Diante da Espanha apanhou o trapalhão Sérgio Ramos em contra-mão e no meio dos centrais brasileiros desviou subtilmente para abrir a contagem no jogo da final. Um dos grandes nomes do Soccer que saiu da África do Sul como um heroi.

 

Médio Avançado

Kaká

 

Esteve uns furos abaixo do esperado - viveu a prepração da prova à volta do rebuliço da sua transferência milionária para o Real Madrid - mas ainda assim foi eleito o melhor do torneio. Distinção exagerada pelo seu real protagonismo mas a verdade é que sem Kaká este Brasil seria bastante mais vulgar. Toques de génio a abrir (Egipto) e fechar (Estados Unidos) uma prova onde nunca se lhe viu completamente confortável num posto de falso ponta de lança a descair para o lado esquerdo do ataque. Tem a batuta de comando mas tem de arriscar mais no um contra um para ser realmente decisivo.   

 

Avançados

Luis Fabiano e Landon Donavan

 

Foram as duas estrelas da final. O primeiro marcou dois golos decisivos e confirmou-se como o goleador da prova. O segundo foi o capitão perfeito lutando e marcando na hora H. Dois homens chave para entender as campanhas de Brasil e Estados Unidos.

 

Luis Fabiano é um avançado letal e já o provou por diversas vezes no Sevilla onde venceu duas Taças UEFA. Depois da má experiência no FC Porto, o dianteiro assumiu-se como um dos pontas de lança mais eficazes do futebol europeu e depois da queda em desgraça de Ronaldo e Adriano assume-se naturalmente como a primeira opção para o ataque da canarinha. Para quem tinha dúvida da sua eficácia, aqui fica a sua resposta.

 

Donovan é um velho conhecido, estrela maior do futebol norte-americano, cobiçado na Europa pelo Bayern de Munchen e estrela do L.A. Galaxy. Jogador de fino recorte, toque rápido e espirito de luta impressionantes, é útil como segundo ponta de lança graças à velocidade e oportunismo. O golo em contra golpe ao Brasil na final demonstrou toda a sua frieza naquele que é hoje em dia o maior embaixador do soccer e de quem se espera muito no próximo ano. 

 

Treinador

Bob Bradley

 

 Não é fácil brilhar contra as maiores selecções do Mundo mas o génio estratégico de Bradley provou que hoje em dia os Estados Unidos estão um passo mais perto da elite do futebol mundial. Derrotou com insultante superioridade o Egipto, esmagou a Espanha com um jogo inteligentissimo impedindo o futebol de toque tão tipico dos espanhois. E na final pôs o Brasil em sentido com uma primeira parte de altissimo nível. Bradley soube dar a volta a uma seleção desmoralizada e montou um conjunto de elevado nível que mistura jovens promessas com veteranos de grande nível. A prestação dos States torna-os em grandes candidatos a surpresa do ano em 2010. Resta ver se mantêm o bom nível quando for a doer.



publicado por Miguel Lourenço Pereira às 18:32 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Últimos Comentários
Thank you for some other informative web site. Whe...
Só espero que os Merengues consigam levar a melhor...
O Universo do Desporto é um projeto com quase cinc...
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

.Em Destaque


UEFA Champions League

UEFA Europe League

Liga Sagres

Premier League

La Liga

Serie A

Bundesliga

Ligue 1
.Do Autor
Cinema
.Blogs Futebol
4-4-2
4-3-3
Brigada Azul
Busca Talentos
Catenaccio
Descubre Promesas
Desporto e Lazer Online
El Enganche
El Fichaje Estrella
Finta e Remate
Futebol Artte
Futebolar
Futebolês
Futebol Finance
Futebol PT
Futebol Total
Jogo de Área
Jogo Directo
Las Claves de Johan Cruyff
Lateral Esquerdo
Livre Indirecto
Ojeador Internacional
Olheiros.net
Olheiros Ao Serviço
O Mais Credível
Perlas del Futbol
Planeta de Futebol
Portistas de Bancada
Porto em Formação
Primeiro Toque
Reflexão Portista
Relvado
Treinador de Futebol
Ze do Boné
Zero Zero

Outros Blogs...

A Flauta Mágica
A Cidade Surpreendente
Avesso dos Ponteiros
Despertar da Mente
E Deus Criou a Mulher
Renovar o Porto
My SenSeS
.Futebol Nacional

ORGANISMOS
Federeção Portuguesa Futebol
APAF
ANTF
Sindicato Jogadores

CLUBES
Futebol Clube do Porto
Sporting CP
SL Benfica
SC Braga
Nacional Madeira
Maritimo SC
Vitória SC
Leixões
Vitoria Setúbal
Paços de Ferreira
União de Leiria
Olhanense
Académica Coimbra
Belenenses
Naval 1 de Maio
Rio Ave
.Imprensa

IMPRENSA PORTUGUESA DESPORTIVA
O Jogo
A Bola
Record
Infordesporto
Mais Futebol

IMPRENSA PORTUGUESA GENERALISTA
Publico
Jornal de Noticias
Diario de Noticias

TV PORTUGUESA
RTP
SIC
TVI
Sport TV
Golo TV

RADIOS PORTUGUESAS
TSF
Rádio Renascença
Antena 1


INGLATERRA
Times
Evening Standard
World Soccer
BBC
Sky News
ITV
Manchester United Live Stream

FRANÇA
France Football
Onze
L´Equipe
Le Monde
Liberation

ITALIA
Gazzeta dello Sport
Corriere dello Sport

ESPANHA
Marca
As
Mundo Deportivo
Sport
El Mundo
El Pais
La Vanguardia
Don Balon

ALEMANHA
Kicker

BRASIL
Globo
Gazeta Esportiva
Categorias

a gloriosa era dos managers

a historia dos mundiais

adeptos

africa

alemanha

america do sul

analise

argentina

artistas

balon d´or

barcelona

bayern munchen

biografias

bota de ouro

braga

brasileirão

bundesliga

calcio

can

champions league

colaboraçoes

copa america

corrupção

curiosidades

defesas

dinamarca

economia

em jogo

entrevistas

equipamentos

eredevise

espanha

euro 2008

euro 2012

euro sub21

euro2016

europe league

europeus

extremos

fc porto

fifa

fifa award

finanças

formação

futebol internacional

futebol magazine

futebol nacional

futebol portugues

goleadores

guarda-redes

historia

historicos

jovens promessas

la liga

liga belga

liga escocesa

liga espanhola

liga europa

liga sagres

liga ucraniana

liga vitalis

ligas europeias

ligue 1

livros

manchester united

medios

mercado

mundiais

mundial 2010

mundial 2014

mundial 2018/2022

mundial de clubes

mundial sub-20

noites europeias

nostalgia

obituário

onze do ano

opinião

polemica

politica

portugal

premier league

premios

real madrid

santuários

seleção

selecções

serie a

sl benfica

sociedade

south africa stop

sporting

taça confederações

taça portugal

taça uefa

tactica

treinadores

treino

ucrania

uefa

todas as tags

subscrever feeds