Sexta-feira, 22 de Abril de 2011

À quarta foi de vencida. Nem os dias de glória de Stanley Matthews, nem as gestas épicas dos anos 70... foi preciso esperar muito tempo, talvez demasiado, para que finalmente o Stoke City conseguisse um velho objectivo: marcar presença no mitico Wembley. Já não é o estádio das Twin Towers mas para os adeptos encarnados isso é o de menos. Para eles será sempre uma tarde de festa, a doçura da primeira vez...

 

 

 

A primeira vez foi no último ano do século XIX. Mas já então o Derby County era equipa suficiente para tirar-lhes o gosto da final. Stanley Matthews ficou-se pelos Quartos de Final no periodo do pós-guerra e teve de migrar a norte, a Blackpool, para saber o que era uma final da FA Cup. Em 1970 o Arsenal precisou de um segundo jogo para livrar-se dos tenazes jogadores do Stoke que tinham empatado a duas bolas no primeiro encontro. Um ano depois nova tentativa, novo fracasso, cortesia, quem senão, dos Gunners outra vez com segundo jogo à mistura. Parecia que a gaffe era eterna. Até que chegou 2011, esse ano inesquecível na história do modesto clube do coração de Inglaterra, um clube sem titulos de renome mas com um passado de respeito nas diferentes categorias do futebol britânico. Era um duelo inesquecível e foi um jogo memorável. No final dos 90 minutos o Stoke City tinha deixado para trás mais de um século de desilusões. Finalmente era finalista da mais antiga competição de clubes do Mundo.

O Wembley recebeu os preliminares e deu boa sorte à equipa treinada por Tony Pullis. O resultado não engana ninguém. Um 5-0 nestas coisas da FA Cup impõe respeito, especialmente se o rival está por cima na tabela classificativa da liga. E o Bolton não é osso fácil de roer, provado muitas vezes ao longo do ano pelos mais insuspeitos dos rivais. Mas não tiveram coração para os de Stoke on Trent. Matthew Etherington, eterna promessa por cumprir, abriu as hostes cedo. Walters fechou-as perto do fim, o seu segundo golo num jogo que viu ainda Huth e Jones celebrarem entusiasticamente uma tarde histórica. Já sabiam que o rival seria o Manchester City, a equipa dos petro-dólares. Mas importava muito pouco. O bilhete de volta à meca do futebol inglês já estava comprado. A corrida começou apaixonadamente.

 

O Stoke caminha tranquilamente na metade baixa da tabela da Premier League. É uma equipa humilde.

Fortemente criticada por Arsene Wenger, sempre pronto a queixar-se de um rival que lhe rouba pontos, pelo seu estilo de jogo defensivo, o Stoke é uma armada bem organizada e com a faca na boca. Pullis tem aguentado as dificuldades económicas do clube com espirito estoico e coração de leão. O seu conjunto mistura a veterania de Sorensen, Etherignton, Carew, Fuller ou o mitico Rory Delap com muita juventude. Pennat, Walters, Jones e claro, o inquebrantável Shawcross. O médio centro, capitão e alma da equipa, é o espelho do conjunto. Guerreiro, muitas vezes a roçar a loucura, Shawcross tornou-se num dos primeiros jogadores do clube a chegar à selecção. Mas também ficou conhecido por provocar várias lesões largas e complicadas a colegas de profissão. Ele, como o Stoke, é uma faca de dois gumes.

Nesse 4-4-2 rigido e que aposta na velocidade e eficácia destaca-se a táctica dos longos lançamentos laterais de Rory Delap. O jogador criou escola com os seus quase centros com as mãos para o coração da grande área. A eficácia é discutível, afinal não foram assim tantos os golos que gerou, mas a ideia é original e bem britânica. O fisico sobrepõe-se à técnica.

Com o Brittania Stadium como um dos fortins por excelência da Premier, os Potters, alcunha do clube, conseguiram aguentar-se na máxima categoria desde a promoção ganha em 2008. A equipa caminha num tranquilo 13º posto com 38 pontos, a onze do último posto europeu (do Liverpool) e com um colchão de cinco pontos para a linha de água. O calendário até ao final da época não apresenta grandes desafios e é de esperar que a equipa se mantenha, um ano mais, entre os primeiros do futebol da Old Albion. Mas as atenções estão agora viradas quase exclusivamente para o duelo do Wembley com uma equipa, o Manchester City, que há 40 anos que não vence um trofeu. Depois de tantos milhões investidos, numa prova de tanto prestigio, os Citizens terão de ser considerados como favoritos. Mas os Potters não sabem render-se e já na época passada coube a eles eliminar a equipa azul da prova. Este ano, na Premier, o duelo entre ambos resultou num agridoce empate nos últimos momentos. É esse o espirito que o David quer recuperar nessa luta contra o poderoso Golias.

 

 

 

Passe o que passar no Wembley e história já está feita em Stoke. A equipa chegará sem pressão e com a ilusão de um grupo de adeptos que há uma década vivia no desespero das categorias baixas da prova. Os guerreiros de Pullis fizeram mais do que todas as figuras históricas do passado do clube. Entre eles e a eternidade estão 90 minutos, uma bola e onze guerreiros pagos a peso de ouro. Para eles isso serão meros detalhes, a batalha está marcada...



publicado por Miguel Lourenço Pereira às 11:05 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Últimos Comentários
Thank you for some other informative web site. Whe...
Só espero que os Merengues consigam levar a melhor...
O Universo do Desporto é um projeto com quase cinc...
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

.Em Destaque


UEFA Champions League

UEFA Europe League

Liga Sagres

Premier League

La Liga

Serie A

Bundesliga

Ligue 1
.Do Autor
Cinema
.Blogs Futebol
4-4-2
4-3-3
Brigada Azul
Busca Talentos
Catenaccio
Descubre Promesas
Desporto e Lazer Online
El Enganche
El Fichaje Estrella
Finta e Remate
Futebol Artte
Futebolar
Futebolês
Futebol Finance
Futebol PT
Futebol Total
Jogo de Área
Jogo Directo
Las Claves de Johan Cruyff
Lateral Esquerdo
Livre Indirecto
Ojeador Internacional
Olheiros.net
Olheiros Ao Serviço
O Mais Credível
Perlas del Futbol
Planeta de Futebol
Portistas de Bancada
Porto em Formação
Primeiro Toque
Reflexão Portista
Relvado
Treinador de Futebol
Ze do Boné
Zero Zero

Outros Blogs...

A Flauta Mágica
A Cidade Surpreendente
Avesso dos Ponteiros
Despertar da Mente
E Deus Criou a Mulher
Renovar o Porto
My SenSeS
.Futebol Nacional

ORGANISMOS
Federeção Portuguesa Futebol
APAF
ANTF
Sindicato Jogadores

CLUBES
Futebol Clube do Porto
Sporting CP
SL Benfica
SC Braga
Nacional Madeira
Maritimo SC
Vitória SC
Leixões
Vitoria Setúbal
Paços de Ferreira
União de Leiria
Olhanense
Académica Coimbra
Belenenses
Naval 1 de Maio
Rio Ave
.Imprensa

IMPRENSA PORTUGUESA DESPORTIVA
O Jogo
A Bola
Record
Infordesporto
Mais Futebol

IMPRENSA PORTUGUESA GENERALISTA
Publico
Jornal de Noticias
Diario de Noticias

TV PORTUGUESA
RTP
SIC
TVI
Sport TV
Golo TV

RADIOS PORTUGUESAS
TSF
Rádio Renascença
Antena 1


INGLATERRA
Times
Evening Standard
World Soccer
BBC
Sky News
ITV
Manchester United Live Stream

FRANÇA
France Football
Onze
L´Equipe
Le Monde
Liberation

ITALIA
Gazzeta dello Sport
Corriere dello Sport

ESPANHA
Marca
As
Mundo Deportivo
Sport
El Mundo
El Pais
La Vanguardia
Don Balon

ALEMANHA
Kicker

BRASIL
Globo
Gazeta Esportiva
Categorias

a gloriosa era dos managers

a historia dos mundiais

adeptos

africa

alemanha

america do sul

analise

argentina

artistas

balon d´or

barcelona

bayern munchen

biografias

bota de ouro

braga

brasileirão

bundesliga

calcio

can

champions league

colaboraçoes

copa america

corrupção

curiosidades

defesas

dinamarca

economia

em jogo

entrevistas

equipamentos

eredevise

espanha

euro 2008

euro 2012

euro sub21

euro2016

europe league

europeus

extremos

fc porto

fifa

fifa award

finanças

formação

futebol internacional

futebol magazine

futebol nacional

futebol portugues

goleadores

guarda-redes

historia

historicos

jovens promessas

la liga

liga belga

liga escocesa

liga espanhola

liga europa

liga sagres

liga ucraniana

liga vitalis

ligas europeias

ligue 1

livros

manchester united

medios

mercado

mundiais

mundial 2010

mundial 2014

mundial 2018/2022

mundial de clubes

mundial sub-20

noites europeias

nostalgia

obituário

onze do ano

opinião

polemica

politica

portugal

premier league

premios

real madrid

santuários

seleção

selecções

serie a

sl benfica

sociedade

south africa stop

sporting

taça confederações

taça portugal

taça uefa

tactica

treinadores

treino

ucrania

uefa

todas as tags

subscrever feeds