Quarta-feira, 9 de Março de 2011

muito tempo que o futebol ucraniano começou a mandar sérios sinais de que se prepara para liderar o grupo da chamada "segunda divisão europeia". O apuramento histórico do Shaktar Donetsk recupera a herança da escola ucraniana do Dynamo Kiev lobanovskiano e deixa várias pistas para entender porque é que a Ucrânia tem de começar a ser levada mais a sério no seio do futebol europeu.

 

 

 

No final da próxima Primavera o mundo do futebol vai estar muito pendente do que suceda na Ucrânia. E não é graças a nenhuma equipa local.

O Europeu de Futebol 2012 será a consagração definitiva (e oficial) da rapidíssima evolução do futebol ucraniano desde o desmembramento da União Soviética. Se a Rússia cumprirá o seu sonho de albergar um Mundial seis anos depois, a associação com os vizinhos polacos permitirá aos ucranianos receberem a elite europeia em alta. Os problemas organizativos e de infra-estruturas eram esperados, até pelo próprio Michel Platini, mas a organização do torneio - o último com 16 equipas - espelha bem o crescimento do leste europeu, dessa segunda divisão a que pertencem também russos, romenos e gregos (e igualmente Portugal, Holanda, Suiça, Bélgica e Escócia do outro lado do continente) e que começa a ganhar outro pedigree nos palcos europeus. Uma realidade que não é nova mas que parece cada vez mais cristalina.

E o Shaktar Donetsk tem muita culpa nesta transformação. Ou melhor, o seu dono, o milionário Rinat Akhmetov.

Numa época em que o Dinamo Kiev parecia estar disposto a fazer da liga do recém-criado estado ucraniano o seu couto privado, surgiu este pequeno clube da segunda cidade do pais para contrariar o monopólio do exército de Lobanovsky. Na história da URSS o Shaktar não deixou marca ao contrário do seu grande rival, líder em títulos nacionais, taças e provas europeias conquistados durante os cinquenta anos que durou o bloco soviético. O Dynamo de Kiev, particularmente a partir dos anos 70, não só asfixiou todo o futebol ucraniano mas também serviu de farol para todo o leste europeu. Falhou o grande titulo (a Taça dos Campeões Europeus que Steaua e Estrela Vermelha, equipas do bloco conseguiram vencer) mas definiu uma era e um estilo. Em 1999 esteve perto de fazer história, como campeão ucraniano, e conseguiu chegar às meias-finais onde disputou, até ao último segundo, o acesso à histórica final de Barcelona com o Bayern Munchen. Depois, o abismo. Do Dynamo e da Ucrânia. que falhou sucessivos apuramentos para Euros e Mundiais até 2006 quando dispunha de uma geração de primeiro nível. Isto é, até chegar o homem dos milhões da SCM Holding e um dos herdeiros da oligarquia soviética. 

 

Em 1996 Akhmetov comprou o Shaktar Donetsk e declarou publicamente que iria fazer tudo para quebrar o monopólio do rival de Kiev.

Demorou seis anos. Em 2002 o clube laranja chegou ao primeiro titulo dos cinco que sumaria nos anos seguintes, incluindo o da passada temporada. O dinheiro de Akhmetov foi investido no plantel mas, essencialmente, na melhoria das infra-estruturas do clube. Criou uma Academia inaugurada em 2000 para os jovens ucranianos que procuravam uma alternativa à estrita escola do Dynamo. Os resultados começaram a surgir poucos anos depois e hoje a base do futebol jovem ucraniano depende em muito do labor dos técnicos jovens do Shaktar. Chygrinski, Krystov, Rakytitsky, Rat e Pyatov são exemplos dessa seiva de talento que aliada à sábia prospecção do mercado brasileiro, serviu para montar uma equipa segura atrás e criativa à frente. Mircea Lucescu, o mais prestigiado entre os técnicos romenos, foi encarregue a partir de 2004 de montar um clube ganhador, não só a nível doméstico. Mais uma vez, quase a um ritmo preciso de relógio suíço, o staff técnico demorou apenas cinco anos em cumprir o prometido. A vitória em Istambul da última edição da Taça UEFA frente ao Werder Bremen confirmaram o ressurgir do futebol ucraniano e a entrada do Shaktar na elite europeia. Pela porta grande.

A vitória sobre o AS Roma - depois de vencer um grupo onde pontificava o Arsenal - foi apenas a consagração aos olhos do ocidente do imenso potencial do futebol ucraniano. Vitória na Cidade Eterna e humilhação aplicado no novo e belíssimo Donbass Arena, inaugurado para ser uma das estrelas do próximo Europeu, assente num esquema táctico fluido e extremamente dinâmico. A força do leste (Srna-Chygrinski-Rakytisky-Rat-Hubschmann-Mkhitaryan) e o talento da esquadra brasileira (William-Jadson-Douglas-Adriano) suplantaram o querer mas não poder dos italianos. Futebol rápido, criativo no último terço e profundamente disciplinado na medular, não é surpresa que o Shaktar tenha conseguido o seu melhor resultado de sempre na Champions. Surpresa é que não vá mais longe ainda.

 

 

 

A ascensão do Shaktar é apenas a ponta do icebergue. Com o Dynamo Kiev aparentemente ressuscitado na Europe League (uma nova boa geração, um ritmo competitivo alto de Schevchenko, numa segunda juventude) há uma série de novas equipas na Liga ucraniana prontos para imitar o sucesso dos laranja. Com a ajuda dos seus próprios mecenas - todos ávidos de seguir o exemplo de Akhmetov e preparados para capitalizar o mediatismo do próximo Euro - Dniepr, Metalurg, Metalist, Karpaty e Chornomorets estão na linha da frente para mostrar que a liga ucraniana está preparada para assumir a liderança da "outra Europa".



publicado por Miguel Lourenço Pereira às 11:16 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Últimos Comentários
Thank you for some other informative web site. Whe...
Só espero que os Merengues consigam levar a melhor...
O Universo do Desporto é um projeto com quase cinc...
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

.Em Destaque


UEFA Champions League

UEFA Europe League

Liga Sagres

Premier League

La Liga

Serie A

Bundesliga

Ligue 1
.Do Autor
Cinema
.Blogs Futebol
4-4-2
4-3-3
Brigada Azul
Busca Talentos
Catenaccio
Descubre Promesas
Desporto e Lazer Online
El Enganche
El Fichaje Estrella
Finta e Remate
Futebol Artte
Futebolar
Futebolês
Futebol Finance
Futebol PT
Futebol Total
Jogo de Área
Jogo Directo
Las Claves de Johan Cruyff
Lateral Esquerdo
Livre Indirecto
Ojeador Internacional
Olheiros.net
Olheiros Ao Serviço
O Mais Credível
Perlas del Futbol
Planeta de Futebol
Portistas de Bancada
Porto em Formação
Primeiro Toque
Reflexão Portista
Relvado
Treinador de Futebol
Ze do Boné
Zero Zero

Outros Blogs...

A Flauta Mágica
A Cidade Surpreendente
Avesso dos Ponteiros
Despertar da Mente
E Deus Criou a Mulher
Renovar o Porto
My SenSeS
.Futebol Nacional

ORGANISMOS
Federeção Portuguesa Futebol
APAF
ANTF
Sindicato Jogadores

CLUBES
Futebol Clube do Porto
Sporting CP
SL Benfica
SC Braga
Nacional Madeira
Maritimo SC
Vitória SC
Leixões
Vitoria Setúbal
Paços de Ferreira
União de Leiria
Olhanense
Académica Coimbra
Belenenses
Naval 1 de Maio
Rio Ave
.Imprensa

IMPRENSA PORTUGUESA DESPORTIVA
O Jogo
A Bola
Record
Infordesporto
Mais Futebol

IMPRENSA PORTUGUESA GENERALISTA
Publico
Jornal de Noticias
Diario de Noticias

TV PORTUGUESA
RTP
SIC
TVI
Sport TV
Golo TV

RADIOS PORTUGUESAS
TSF
Rádio Renascença
Antena 1


INGLATERRA
Times
Evening Standard
World Soccer
BBC
Sky News
ITV
Manchester United Live Stream

FRANÇA
France Football
Onze
L´Equipe
Le Monde
Liberation

ITALIA
Gazzeta dello Sport
Corriere dello Sport

ESPANHA
Marca
As
Mundo Deportivo
Sport
El Mundo
El Pais
La Vanguardia
Don Balon

ALEMANHA
Kicker

BRASIL
Globo
Gazeta Esportiva
Categorias

a gloriosa era dos managers

a historia dos mundiais

adeptos

africa

alemanha

america do sul

analise

argentina

artistas

balon d´or

barcelona

bayern munchen

biografias

bota de ouro

braga

brasileirão

bundesliga

calcio

can

champions league

colaboraçoes

copa america

corrupção

curiosidades

defesas

dinamarca

economia

em jogo

entrevistas

equipamentos

eredevise

espanha

euro 2008

euro 2012

euro sub21

euro2016

europe league

europeus

extremos

fc porto

fifa

fifa award

finanças

formação

futebol internacional

futebol magazine

futebol nacional

futebol portugues

goleadores

guarda-redes

historia

historicos

jovens promessas

la liga

liga belga

liga escocesa

liga espanhola

liga europa

liga sagres

liga ucraniana

liga vitalis

ligas europeias

ligue 1

livros

manchester united

medios

mercado

mundiais

mundial 2010

mundial 2014

mundial 2018/2022

mundial de clubes

mundial sub-20

noites europeias

nostalgia

obituário

onze do ano

opinião

polemica

politica

portugal

premier league

premios

real madrid

santuários

seleção

selecções

serie a

sl benfica

sociedade

south africa stop

sporting

taça confederações

taça portugal

taça uefa

tactica

treinadores

treino

ucrania

uefa

todas as tags

subscrever feeds