Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

George Best declarou numa entrevista que se não tivesse sido jogador de futebol gostaria de ter sido uma estrela rock. Não o foi. Mas chegou a ser outro tipo de estrela: actor. E não foi o único. Ao longo dos últimos 90 anos houve vários futebolistas que experimentaram uma carreira artística no cinema. Nenhum deles ficou para a posteridade pelo seu talento dramático. Mas cada um deixou a sua marca particular provando que uma vez estrela no relvado também se pode ambicionar ser estrela nos palcos.

  
Eric Cantona dá corpo a Eric Cantona no filme do inglês Ken Loach Looking for Eric que esta semana estreia em Portugal. Mas nem sempre foi assim. O antigo número 7 do Manchester United já conhecia os meandros do cinema e surgiu pela primeira vez à frente de uma câmara no drama histórico Elizabeth onde encarnou um embaixador francês na corte elisabetina. Cantona é um dos jogadores tornados em actores mais mediáticos. Mas não é o único.
Em 1971, no auge da sua fama, desportiva e não só, George Best co-protagonizou a comédia Percy, encarnando-se a si próprio. Também Stanley Collymore, antigo avançado do Liverpool e Aston Villa, não resistiu a um pequeno cameo na sequência inicial de Basic Instinct 2: Risk Addiction, ao lado da implacável Sharon Stone. Mas talvez o futebolista inglês que melhor soube explorar a sua faceta de jogador-actor foi Vinnie Jones. O temível central, antigo internacional e um dos enfants terribles por excelência dos anos 80 e 90, trabalhou com Guy Ritchie nos seus dois primeiros filmes. Em Lock and Stock and Two Smoking Barrels, de 1998, canalizou a sua célebre agressividade no papel de um temível cobrador de dívidas disposto a tudo para voltar a casa com o dever cumprido. Esse foi o primeiro, mas não o último, filme onde o jogador apareceu. Gone in Sixty Seconds, Snatch, Swordfish, Eurotrip ou X Men: The Last Stand são apenas exemplos dos mais de 30 filmes onde Vinnie Jones deu a cara.
 
Apesar de hoje já não ser tão habitual encontrar um célebre jogador do outro lado do ecrã durante os anos 30 e 40 o fenómeno era uma realidade popular.
As grandes estrelas capitalizavam a sua popularidade em filmes desenhados à sua medida que esgotavam sessões durante semanas consecutivas. Ricardo Zamora, talvez o mais completo guardião de sempre do futebol espanhol, aproveitou a sua imensa fama para se tornar em galã. Em 1926 protagonizou Por Fin Se Casa Zamora que rapidamente se tornou num dos maiores êxitos de bilheteira do cinema mudo espanhol. No final da sua carreira, em 1943, surge em Campeones!!, onde partilha o protagonismo com a esmagadora maioria dos jogadores do Real Madrid de então. Entre eles estava Jacinto Quincoces. O médio merengue protagonizou outros quatro filmes de ficção transformando-se num dos mais célebres actores espanhóis dos anos 40. Um dos filmes onde faz de si próprio, La Saeta Rubia, como o nome bem indica, conta também com a presença de Alfredo di Stefano, outro craque que não resistiu a dar o salto. Tal como o austríaco Mathias Sindelaar, o “homem de papel” do Wunderteam austríaco que pouco antes de cair em desgraça foi um dos rostos mais sonantes de Roxy und Das Wunderteam. Ou até o português Valdemar Mota, a grande estrela do FC Porto dos anos 30 que protagonizou, ao lado de Beatriz Costa a comédia O Trevo de Quatro Folhas.
No entanto até hoje há um filme de 1981 que espelha bem esse fascínio que o cinema exerce sobre os futebolistas. Victory contou com um elenco de estrelas dentro e fora dos relvados. Pelé – que já no Brasil tinha protagonizado vários filmes populares – Bobby Moore, Osvaldo Ardilles, Paul van Himst ou Mike Summerbee colocaram-se às ordens de John Huston e juntaram-se a Michael Caine, Max von Sydow e Sylvester Stallone neste filme de guerra onde um jogo entre prisioneiros e oficiais nazis abre as portas a uma fuga espectacular. Um filme com um enorme sucesso comercial mas que acabou por não fazer escola.
 
Hoje os anúncios tornaram-se no veículo ideal hoje para os jogadores que já não precisam do grande ecrã para se darem a conhecer fora dos relvados. Hoje Cristiano Ronaldo, Lionel Messi ou Kaká têm suficiente notoriedade com as campanhas publicitárias dos seus principais sponsors. Mas na era do futebol amador e idealista o cinema era um veículo perfeito para manter a aura de estrela quando a rádio ainda prevalecia sobre a televisão e muitos dos jogadores só tinham corpo na imaginação de muitos adeptos.


Miguel Lourenço Pereira às 00:10 | link do post | comentar

3 comentários:
De filomeno a 22 de Abril de 2011 às 13:58
"La Saeta Rubia", 1956
"La batalla del domingo", 1962 ( film con referencia a la derrota del club merengue ante el Benfica de Eusebio y la lesión de la Saeta Rubia en la preparación para el Mundial de Chile de 1962, quizá por entrenamientos excesivamente rigurosos desde el punto de vista físico, impuestos en el Estadio de San Mamés por Helenio Herrera, Seleccionador Nacional, al ya entonces veterano jugador hispano- argentino.......


De Miguel Lourenço Pereira a 23 de Abril de 2011 às 17:37
Dos bellas peliculas que nos recuerdan lo grande que era Don Alfredo.

Su baja en el Mundial de 62 fue un palo muy grande para España, de haber estado en su mejor forma, apesar de la edad, hubiesen ido bastante mas lejos de lo que fueran.

un abrazo!


De filomeno a 23 de Abril de 2011 às 19:04
Pois é.....!
Abraço


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
Thank you for some other informative web site. Whe...
Só espero que os Merengues consigam levar a melhor...
O Universo do Desporto é um projeto com quase cinc...
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO