Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

Por momentos Kafka vestiu-se de negro e viajou de dimensão. Aterrou num relvado africano e esperou. A lei das probabilidades no futebol não existem. Esfumam-se como a erva mal tratado dos imensos relvados que despertam o adepto do sono profundo. Ou será sonho. Depende para quem. No Gabão ainda ninguém quis despertar do sono confundo. Drama oblige. Na Zâmbia o tempo é de festa. O futebol é assim, mais imprevísivel que a própria vida.

Três equipas, quatro pontos. Três festejos. Que fazer?

Um final de infarto, desses que dá razão de ser àqueles que dizem que na CAN se vive mais perto da essência do jogo. Depois do vergonhoso calculismo dos angolanos e argelinos - que provavelmente pagarão a sua insolência mais cedo do que prevêm - chegou a magia da incerteza. Da dúvida. Do imprevisível. O Grupo D revelou-se o mais democraticamente possível num continente onde esse conceito ainda é desenhado de forma túrbia. Ignorou a condição de favoritismos e virou as contas do avesso dos mais previsiveis. Que se os Camarões eram os favoritos ao titulo. Que a Tunísia queria lavar a má imagem deixada na qualificação para o Mundial. E que no Gabão e Zâmbia nada sabiam de futebol. Enfim, frases feitas como só o futebol domina. No minuto 93 ambos árbitros terminaram os respectivos encontros. E todos se lançaram a festejar. Camaroneses, zambianos e gaboneses. Mas não há só duas vagas para os Quartos? Afinal há metamorfoses que só o beautiful game sabe explorar.

 

O Gabão foi a sensação da primeira ronda. Chegou ao último jogo lider e com um empate como resultado mais do que suficiente para seguir em frente. E fazer história em largos anos. Os gaboneses nem queriam acreditar depois da vitória frente aos Leões Indomáveis (e adormecidos) e o nem o empate com a Tunísia parecia arrefecer os ânimos. A Zâmbia era um trâmite, e pouco mais. Do outro lado uma formação humilde que empatara a abrir com os debéis tunisinos mas que não resistiram a Etoo e companhia. Um ponto e poucas esperanças. A longos quilómetros da savana angolana Etoo queria ressuscitar - e evitar se possível o Egipto, carrasco há dois anos dos camaroneses - enquanto que o onze tunisino procurava lavar a cara de uma prestação para esquecer. Os dias anteriores tinham confirmado o estatuto dos favoritos. Exceptuando o Mali - que caiu diante de Angola - todos os outros favoritos tinham passado o trâmite inicial. Ninguém esperava grandes mudanças. Mas o futebol continua a ser mais do que um jogo de 90 minutos. E a magia que envolve o jogo move-se entre forças indecifráveis. Aos poucos segundos de jogo a Tunisia marca. Com este resultado está apurada, junto com o Gabão. Sem Geremi e com Etoo adormecido, os Camarões desesperavam. Aos trinta minutos Kalaba, que o Braga emprestou ao Leiria, marca. Silêncio absoluto. A Zâmbia surge na liderança do grupo. Ao intervalo o mundo estava de pernas para o ar. A realidade transformou-se e Etoo empatou, no reatar do desafio. Minutos depois os zambianos voltam a marcar. E subitamente lideravam o grupo em goal-avarege frente aos camaroneses e gaboneses. Até que os tunisinos voltam a marcar e a colocar-se nos Quartos. Um sonho de um minuto até novo empate. Ainda havia folha livre para fechar o capitulo. O golo do Gabão. E a dúvida no ar. Quem se apurava realmente?

A CAF foi obrigada a recorrer ao terceiro critério de desempate. Zâmbia, Gabão e Camarões tinham os mesmos pontos e a mesma série de resultados: vitória, empate e derrota. E o mesmo goal-average. Foi nos golos entre si que se encontraram os felizardos. Mas todos sairam a festejar. Os camaroneses abraçados aos zambianos. Os gaboneses a celebrar solos no relvado. Até que um homem de fato e gravata, como desses que passeavam pelas ruas cinzentas de Praga, lhes disse que era hora de acordar. E voltar a casa. O futebol continua a ser assim, mágico como um continente. À Zâmbia esperam-lhe os nigerianos. Os camaroneses terão de se haver com a sua história mais recente. Os angolanos acreditam no seu poder mistico sobre os ganeses e a Costa do Marfim prepara-se para o embate frente à Argélia. O surrealismo africano é impar. A festa continua até que o último copo se esvazie.



publicado por Miguel Lourenço Pereira às 12:43 | link do post | comentar

2 comentários:
De Benfica a 26 de Abril de 2011 às 22:26
Obrigado, vou por este blog nos meus favoritos, Jose


De Miguel Lourenço Pereira a 27 de Abril de 2011 às 08:14
Olá José,

Obrigado pelo feedback e pela simpática referência.

Boa sorte com o seu espaço!

um abraço


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Últimos Comentários
Thank you for some other informative web site. Whe...
Só espero que os Merengues consigam levar a melhor...
O Universo do Desporto é um projeto com quase cinc...
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
arquivos

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

.Em Destaque


UEFA Champions League

UEFA Europe League

Liga Sagres

Premier League

La Liga

Serie A

Bundesliga

Ligue 1
.Do Autor
Cinema
.Blogs Futebol
4-4-2
4-3-3
Brigada Azul
Busca Talentos
Catenaccio
Descubre Promesas
Desporto e Lazer Online
El Enganche
El Fichaje Estrella
Finta e Remate
Futebol Artte
Futebolar
Futebolês
Futebol Finance
Futebol PT
Futebol Total
Jogo de Área
Jogo Directo
Las Claves de Johan Cruyff
Lateral Esquerdo
Livre Indirecto
Ojeador Internacional
Olheiros.net
Olheiros Ao Serviço
O Mais Credível
Perlas del Futbol
Planeta de Futebol
Portistas de Bancada
Porto em Formação
Primeiro Toque
Reflexão Portista
Relvado
Treinador de Futebol
Ze do Boné
Zero Zero

Outros Blogs...

A Flauta Mágica
A Cidade Surpreendente
Avesso dos Ponteiros
Despertar da Mente
E Deus Criou a Mulher
Renovar o Porto
My SenSeS
.Futebol Nacional

ORGANISMOS
Federeção Portuguesa Futebol
APAF
ANTF
Sindicato Jogadores

CLUBES
Futebol Clube do Porto
Sporting CP
SL Benfica
SC Braga
Nacional Madeira
Maritimo SC
Vitória SC
Leixões
Vitoria Setúbal
Paços de Ferreira
União de Leiria
Olhanense
Académica Coimbra
Belenenses
Naval 1 de Maio
Rio Ave
.Imprensa

IMPRENSA PORTUGUESA DESPORTIVA
O Jogo
A Bola
Record
Infordesporto
Mais Futebol

IMPRENSA PORTUGUESA GENERALISTA
Publico
Jornal de Noticias
Diario de Noticias

TV PORTUGUESA
RTP
SIC
TVI
Sport TV
Golo TV

RADIOS PORTUGUESAS
TSF
Rádio Renascença
Antena 1


INGLATERRA
Times
Evening Standard
World Soccer
BBC
Sky News
ITV
Manchester United Live Stream

FRANÇA
France Football
Onze
L´Equipe
Le Monde
Liberation

ITALIA
Gazzeta dello Sport
Corriere dello Sport

ESPANHA
Marca
As
Mundo Deportivo
Sport
El Mundo
El Pais
La Vanguardia
Don Balon

ALEMANHA
Kicker

BRASIL
Globo
Gazeta Esportiva
Categorias

a gloriosa era dos managers

a historia dos mundiais

adeptos

africa

alemanha

america do sul

analise

argentina

artistas

balon d´or

barcelona

bayern munchen

biografias

bota de ouro

braga

brasileirão

bundesliga

calcio

can

champions league

colaboraçoes

copa america

corrupção

curiosidades

defesas

dinamarca

economia

em jogo

entrevistas

equipamentos

eredevise

espanha

euro 2008

euro 2012

euro sub21

euro2016

europe league

europeus

extremos

fc porto

fifa

fifa award

finanças

formação

futebol internacional

futebol magazine

futebol nacional

futebol portugues

goleadores

guarda-redes

historia

historicos

jovens promessas

la liga

liga belga

liga escocesa

liga espanhola

liga europa

liga sagres

liga ucraniana

liga vitalis

ligas europeias

ligue 1

livros

manchester united

medios

mercado

mundiais

mundial 2010

mundial 2014

mundial 2018/2022

mundial de clubes

mundial sub-20

noites europeias

nostalgia

obituário

onze do ano

opinião

polemica

politica

portugal

premier league

premios

real madrid

santuários

seleção

selecções

serie a

sl benfica

sociedade

south africa stop

sporting

taça confederações

taça portugal

taça uefa

tactica

treinadores

treino

ucrania

uefa

todas as tags

subscrever feeds