Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009

Ter o Sporting de Braga lider de uma prova que se ameaça tornar cada vez mais bipolar e, ainda por cima, a romper as regras establecidas do futebol português jogando pela manhã é uma dupla lufada de ar fresco. Por um lado confirma-se que há equipas sólidas fora do espectro dos grandes e dispostas a dar luta pelos primeiros postos. E em segundo lugar – e talvez algo mais relevante – porque se começa a perceber que o futebol pode ser um evento familiar e não uma after-hour party para uns quantos privilegiados.

É uma tradição clássica nas ilhas britânicas e já encontrou alguma adaptação ao resto da Europa. Em Portugal não é novidade desde que houve jogos da Liga Vitalis a disputar-se antes da hora do almoço mas na primeira divisão é uma bela estreia. Disputar às 11h00 da manha um encontro de futebol é um elogio ao bom senso. Aproveitando o bom tempo veraneio, é um convite às famílias desfrutarem de um evento que deveria ser de todos. Os horários impostos pela televisão fizeram da liga portuguesa uma das mais fragmentadas da Europa (pode haver jogos de quinta a terça feira, enquanto que em Espanha e Itália, por exemplo, só se joga ao fim de semana) e sempre tarde e a más horas. Acabou-se há muito o historial de jogos dos grandes a meio da tarde sob um sol tranquilo por troca com os encontros na fria ou chuvosa noite que se arrasta quase até ao final do dia. Devolver essa ilusão familiar aos adeptos e programar encontros para uma hora tão tranquila é uma decisão de se aplaudir de pé. Um primeiro passo positivo que não deve ficar por aqui e que deveria significar o início da normalização da exploração mediática do futebol português por muito que se queixe o próprio Domingos Paciência.
 
Menos dias com jogos, melhores horários, preços mais acessíveis e receitas distribuídas de forma justa. Acabar com os horários criminais, com as bancadas vazias e com os dias a meio da semana com jogos a altas horas da noite é um dos elementos chaves para a revitalização do futebol português.
 

No terreno de jogo a dança é diferente. Apesar das goleadas de FC Porto e Benfica (ambos com chapa quatro) indicarem que a liga portuguesa se assemelha ao que poderá ser este ano o cenário das grandes ligas europeias (Real Madrid vs Barcelona, Inter vs Juventus, Manchester United vs Chelsea) de uma bipolarização extrema, a verdade é que o líder mora mais a norte. Aliás, no espectro nacional mais a norte não podia ser. Braga é o representante português mais perto do Minho e olha para baixo e vê o país a seus pés. Futebolisticamente falando claro. Domingos Paciência foi arrasado pela crítica com o arranque desastroso na Europe League mas poucos esqueceram-se de que a novela Jesus fez com que o arranque da pré-temporada não fosse o ideal. Com um plantel sólido que se soltou dos pesos mortos (surpreendeu o caso Possebom mas até aí o Braga mostrou uma independência inusitada) e que conseguiu óptimas más valias. É um plantel equilibrado em todos os sectores, com um patrão rejuvenescido em Hugo Viana e uma linha ofensiva que promete. Mas o que impressiona mais ao ver este primeiro Braga do ano, que conta por jogos disputados as vitórias conquistadas, está a atitude. Não precisa de deslumbrar futebolisticamente para ser eficaz. Ao contrário, por exemplo, do conjunto arsenalista de Cajuda que era mágico no terreno de jogo e logo falhava nos momentos decisivos, este Braga é pragmático e eficaz. Começou a perder e mais do que isso, perdeu o seu grande maestro. Mas soube reagir, dar a volta no campo de um rival pela luta europeia. E provou ter estaleca. E para lutar por títulos é preciso ser-se essencialmente letal do que propriamente mágico. 

O baixíssimo nível de alguns conjuntos da liga deixa a nu aquilo que suspeitávamos. O campeonato português continua a estar muito nivelado por baixo e há equipas como o Setúbal, Belenenses, Leixões, Paços de Ferreira, Académica ou mesmo os recém-promovidos Leiria e Olhanense que irão passar o ano com o coração nas mãos. É praticamente metade da liga. Enquanto a imprensa se dedica a explorar o super-Benfica, o apagado Sporting ou o titubeante FC Porto, é fulcral que o Braga continua a ser o rosto da sobriedade ideal para encarar o ano. E que Nacional, Marítimo e Vitória encontrem rapidamente o seu caminho. Só isso pode trazer uma real competitividade a uma liga que precisa de vida urgentemente. 

Categorias: , ,

Miguel Lourenço Pereira às 12:35 | link do post | comentar

4 comentários:
De José Lemos a 14 de Setembro de 2009 às 16:01
Miguel,
espero que tenhas tempo para até amanhã às 19h30 dar uma vista de olhos aqui http://www.fintaeremata.com/fantasy-league-inter-blogues/

que, percebendo-se mais ou menos, tendo mais ou menos vontade, apreciando mais ou menos, é um jogo bonito, capaz de fomentar algum convívio inter-bloggers.
abraço


De Jotas a 14 de Setembro de 2009 às 16:12
muito bem visto meu caro.


De jb a 14 de Setembro de 2009 às 18:26
o clube mais perto do Minho ?????

braga FICA no Minho ...

"Estabelecido" e não establecido "


De Miguel Lourenço Pereira a 15 de Setembro de 2009 às 10:15
Caro Jb,

Obviamente que Braga fica no Minho, parece claro que a alusão é ao rio Minho e a subsequente fronteira mais a norte do país e não à região minhota.

Cumprimentos


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO