Sexta-feira, 7 de Agosto de 2009

Chegar ao arranque de uma prova sem candidatos claros explica bem o elevado nível competitivo que se vive. Na Bundesliga é assim. Ninguém se atreve a dar o actual campeão, Wolfsburg, como o máximo candidato a manter o troféu. Mas arriscar no todo poderoso Bayern Munchen, agora dirigido por Louis van Gaal que chega da Holanda com mais um titulo debaixo do braço, é arriscado. Para simplificar o complexo, e olhando para a tabela e para o calendário, torna-se quase impossível reduzir a lista de candidatos a menos de seis equipas. Será entre eles que se disputará o apetecido troféu.

 
Wolfbsurg é uma cidade em festa depois da histórica conquista do passado Maio. A cidade da Volkswagen vive ainda as celebrações da primeira liga conquistada mas em suspense. Magath, o arquitecto dos verde e brancos, partiu e no seu lugar está agora Armin Veh, técnico que destacou ao serviço de Stuttgart, onde se sagrou campeão. A favor dos campeões está o facto de que, até ao momento, ainda não terem perdido um único elemento da equipa que se sagrou campeã. Nem Dzeko, nem Graffite, nem Josué, nem Barzagli ou Zambrano. O onze que vai atacar liga e Champions está preparado mas os rivais agora já conhecem o futebol total do Wolfsburg e estarão preparados para a nova investida.
 
Na linha da frente, apenas uns ligeiros centímetros atrás, está o Bayern Munchen. Apesar da conturbada época passada – onde Klinsmann acabou despedido a poucos jogos do fim, com Heynckhes a tomar conta do plantel na última etapa – a equipa ficou em segundo e lutou até ao fim pelo troféu. No Allianz respira-se confiança e a chegada de Louis van Gaal devolveu a esperança aos adeptos em encontrar um onze equilibrado mas com um claro futebol de ataque. A novela Ribery tem prejudicado a pré-época dos bávaros que contrataram Gomez, Olic e Tymosuchuk para rejuvenescer uma linha ofensiva já sem Podolski e onde Miroslav Klose e Luca Toni já caminham para a etapa final da carreira.
 
Schalke04, Stuttgart, Werder Bremen e Hertha Berlin serão sempre os grandes rivais dos dois favoritos. A equipa de Gelsenkirchen recebe de braços abertos a Félix Magath, técnico campeão, que pretende devolver ao clube do Rhin ao mais alto da classificação depois de uma época decepcionante. O mesmo sucede com os verde e brancos de Bremen, que sem Diego dependerão mais do que nunca do retornado Borowski e dos jovens Ozil e Marin para devolver a ilusão ofensiva pregada por Thomas Schaff que fez do Werder uma das equipas mais admiradas da Europa. Quanto a Stuttgart e Hertha de Berlin estão na lista, pura e simplesmente, pela brilhante época passada onde lutaram pelo título até ao fim. Os bávaros ainda procuram um sucessor para líder do ataque do Gotlieb-Daimler enquanto que na capital ainda se está a viver o adeus a Voronin, responsável pela brilhante temporada passado do conjunto berlinês.
 
Na metade da tabela há um bom par de conjuntos que partem bastante atrás mas que estarão em constante modo de emboscada. O Bayer Leverkusen e Borusia de Dortmund, que há pouco andavam pelas finais europeias, continuam com projectos sólidos e preparados para atacar o topo da classificação, enquanto que o surpreendente Hoffenheim tem de confirmar as óptimas impressões deixadas na época transacta. Em Hamburgo o técnico Martin Jol conseguiu montar um onze sólido que este ano apenas precisa de mais consistência nos jogos fora para ser mais eficaz na classificação. Por outro lado o Koln vive a euforia do regresso de Podolski mas será isso suficiente?
 
A lutar para não cair no abismo estarão os restantes sete clubes, se bem que há claras diferenças desportivas entre os recém-promovidos FSV Mainz, Nuremberg, Freiburg e os históricos Bochum, Borusia Monchenlagdbach, Eintrach Frankfurt e Hannover 96. Serão suficientes para evitar o poço? A partir de hoje começa a contagem decrescente. Em Maio haverá lágrimas e sorrisos. E provavelmente previsões destroçadas pelo surrealismo de uma liga apaixonante.

Categorias: ,

Miguel Lourenço Pereira às 11:26 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO