Terça-feira, 30 de Junho de 2009

Inimaginável há dois anos atrás, inevitável hoje.

 

A Alemanha confirma-se definitivamente como a potência europeia número 1 no futebol de formação. Um dominio avassalador nos últimos 11 meses que se traduziu num tri histórico. Nunca nenhum país tinha conquistado no mesmo ano as três provas máximas de selecções europeias de formação. A vitória categórica por 4-0 diante da favorita Inglaterra deu aos germânicos o seu primeiro titulo de sub21, vinte e cinco anos depois de ter estado na última final, perdida precisamente com os Pross. E permitiu à federação alemã fazer história. Campeões da Europa de sub17, sub19 e agora sub21.

Num país cujo futebol de formação viveu uma crise profunda nos últimos dez anos, todos se surpreendem com esta rápida metamorfose. A resposta da DBF baseou-se em acabar com velhos preconceitos. No relvado de Gotteborg ontem havia jogador com a camisola alemã das mais variadíssimas procedências. Imitando o exemplo francês que tanto sucesso deu aos Bleus, hoje em dia a selecção alemã é uma eficaz Torre de Babel. Avassaladores sobre o terreno de jogo, os alemães não perdoaram a falta de eficácia britânica. Os ingleses até entraram melhor - eram os favoritos e estavam dispostos a demonstra-lo - mas a teia montada por Hrubesch foi fatal ás aspirações de Stuart Pearce. O truque alemão esteve no posicionamento a meio campo de Matt Hummels, central de grande projecção que ajudou a travar o ataque inglês dando total liberade ao trio ofensivo comandado por Mezut Ozil. O jovem criativo do Werder Bremen foi o maestro que conduziu a orquestra alemã. Foi dos seus pés que saiu a assistência para o primeiro golo (aos 23 minutos quando a Inglaterra ainda dominava) de Gonzalez Castro, futuro reforço do Bayern Munchen. O mesmo Ozil ao abrir o segundo tempo apontou o segundo tento num livre directo que praticamente matou o encontro. E a decisão do titulo.

 

A Inglaterra nunca soube reagir à pressão alemã a meio campo. O onze dos Pross apostou tudo na velocidade de Theo Walcott - nesta prova uns furos abaixo do que se esperava dele - face à ausência por suspensão da dupla Agbonlahor-Campbell. E não funcionou. O timing perfeito de coordenação da defesa alemã neutralizou o ataque inglês As baixas no conjunto inglês revelaram-se decisivas. Loach não soube estar à altura de Joe Hart - também ele suspenso - e foi presa fácil para o hábil ataque alemão. No segundo tempo foi a vez de Sandro Wagner se transformar na estrela do jogo. O substituto de Askhan Dejagh foi uma seta apontada ás redes de Loach. À primeira falhou, após outra desmarcação genial de Ozil, mas nos últimos minutos não perdoou e de rajada passou o marcador para 4-0. Uma derrota humilhante com a maior diferença de golos da história das finais dos Europeus de sub21.

Uma licção de táctica de uma Alemanha que foi em crescendo ao longo da prova face a uma Inglaterra que não soube conviver com as importantes baixas e que de grande favorita acabou por tornar-se na vitima perfeita desta rejuvenescida Mannschafft, a grande nova potência jovem europeia.


Categorias: ,

Miguel Lourenço Pereira às 08:43 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO