Segunda-feira, 11 de Junho de 2012

A liderança moral de Shevchenko transformou-se em golos. A Ucrânia fez justiça ao seu papel de anfitrião e venceu um dos jogos mais disputados do torneio. A Suécia sentiu-se superior no inicio mas o jogo mais vertical e sentido dos homens da casa surtiu efeito naquela que foi, também, a primeira reviravolta do torneio. 

Ibrahimovic marcou e tudo parecia acabado para os anfitriões. A Ucrânia tinha sido uma equipa mais ansiosa mas, também, mais vertical e durante largos periodos da primeira parte esteve perto do golo. O resultado ao intervalo não podia ser mais enganador. Este jogo tresandava a golos. E quando começou a segunda parte, com um ucraniano deitado no chão, os suecos conseguiram a superioridade necessária para marcar. Ibrahimovic, lider espiritual dos nórdicos, apareceu no sitio certo. E cometeu a única injustiça da noite.

Depois apareceu Shevchenko. Se hoje o sueco é idolo em San Siro, o ucraniano foi-o durante mais de meia década, um casamento com o golo que fez dele um dos melhores jogadores da última década, o terceiro do seu país em levar para casa um Ballon D´Or. A sua relação de amor com o golo permitiu-lhe prolongar a carreira para disputar este torneio. Por momentos como os de hoje.

Quando todos desanimavam, apareceu o número 7, o lider. E resolveu dar a volta ao jogo. Dois golpes de cabeça, repletos de oportunismo, dois tiros à moral sueca. Shevchenko foi, como nunca, a alma de um país que fez de Kiev a caldeira humana que a Polónia nunca sentiu em Varsóvia. Como inicialmente previ, se há um anfitrião com as condições animicas para seguir em frente, esses são os ucranianos. O espirito da reviravolta de hoje contrastou tremendamente com o medo polaco no dia de abertura. E num torneio onde o que importa é ter um grande guarda-redes e um goleador, como diz a tradição, ter um Shevchenko do seu lado faz toda, mas toda a diferença.

 

A Ucrânia foi melhor que a Suécia em todos os aspectos. 

Os nórdicos continuam a depender em excesso do protagonismo crónico de Ibrahimovic que tentou ser, ao mesmo tempo, o pivot de jogo e o finalizador dos suecos. A bola sempre passou pelos seus pés e raramente encontrou parceiros à altura. O jogo cinzento da promessa sueca, Rasmus Elm, e a lentidão do seleccionador em lançar a velocidade Willelhmson, pagou factura. Os ucranianos não só apresentaram um onze mais coeso como também souberam trabalhar com equipa. A velocidade dos extremos, Yarmolenko e Konoplianka, deu aos ucranianos espaço suficiente para assustar de forma recorrente a defesa sueca, sempre descolocada. Isaksson teve sempre mais trabalho que Pyatov. Quando os suecos marcaram, a Ucrânia fez o que tinha de fazer. Atacou mais e melhor. Apostou nas bolas áereas contra uma das equipas mais altas do Europeu. Porque sabia que encontraria a cabeça de Shevchenko.

No primeiro golo o avançado do Dynamo Kiev enganou toda a defesa, esperou pacientemente até mergulhar para o golo. No segundo, um canto ao primeiro poste, dançou sobre Ibrahimovic antes de desferir o seu golpe. Os dois primeiros golos da Ucrânia num Europeu são seus. A glória eterna também. Shevchenko nasceu para estes momentos. 

 

Com esta vitória a Ucrânia lidera um grupo onde tem agora de disputar o apuramento com os dois favoritos morais. A Suécia teve o pior arranque possível e agora só dois triunfos e uma conjugação de resultados alheios podem permitir o apuramento de uma equipa que se tem especializado em chegar às fases finais para ficar recorrentemente pelo caminho. 


Categorias:

Miguel Lourenço Pereira às 21:40 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Ya existe Avenida Eusebio, Estadio da Luz; NO EXIS...
¡Suerte....!
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO