Quinta-feira, 28 de Outubro de 2010

Em 1999 Lorenzo Sanz perdeu a cabeça e gastou uma fortuna nunca vista na jovem promessa francesa Nicolas Anelka. O dianteiro tinha impressionado ao serviço do primeiro Arsenal de Wenger e chegou a Madrid rodeado de pompa. Saiu pela porta pequena, com mil problemas no curriculum. Dez anos depois Florentino Perez repetiu a fórmula e o resultado final parece-se cada vez mais com o caso original. Benzema é, cada vez mais, um novo Anelka.

Segundo a doutrina "mourinhiana", Karim Benzema está morto.

O dianteiro leva um ano e largos meses em Madrid com o cartel de goleador. Sem que nunca ninguém se tenha apercebido do seu faro de golo. O jovem que despontou há cinco anos no Olympique Lyon esfumou-se e hoje é uma sombra de si mesmo. Contratado por cerca de 30 milhões por Florentino Perez, o homem das galáxias, o presidente que foi até à sua casa para o convencer a deixar o Ródano pelo Manzanares, Benzema não rendeu nem uma décima parte do seu investimento. No primeiro ano passou ao lado dos golos, apesar das oportunidades dadas por Manuel Pellegrini. Chegou o defeso e o aviso de José Mourinho. Ou o dianteiro gaulês, envolto também em vários escandalos (acidentes de automóvel, problemas de balneário por recusar-se a aprender espanhol, a não convocatória para o Mundial pelo caso Zayra), tinha de se aplicar a fundo para contar para Mou. Uma jogada arriscada porque, tal como Kaká e Cristiano Ronaldo, o francês era um dos meninos-bonitos do "Ser Superior" que controla Madrid com a palma da sua mão (imprensa desportiva incluida), e desafiar um dos homens do presidente era algo que tinha saído muito caro ao técnico chileno.

Mourinho puxou por ele e deu-lhe oportunidades. Titularidades, em detrimento do menos dotado mas mais eficaz Higuain, e minutos a sair do banco onde o jogo "se vê melhor", para o português. Nada. Benzema desaproveitou cada uma delas e na goleada ao Racing Santander foi estrondosamente assobiado pelas bancadas do Bernabeu. Mourinho avisou-o. Murcia podia ser a sua última oportunidade. Uma hora depois do arranque do jogo, Benzema foi rendido. Caras largas no banco, nenhum gesto de ambas as partes. O principio do fim está cada vez mais ao virar da esquina.

 

Há dez anos o cenário foi o mesmo. No lugar de Mourinho, o plácido Vicente del Bosque. O homem que nunca arranja problemas.

Há poucas semanas o actual seleccionador espanhol confessou que os piores momentos como técnico foram vividos com Anelka sob as suas ordens. Porque não foi nada fácil. O adolescente Anelka despontou no PSG e foi logo "raptado" por Arsene Wenger para o seu recém-criado Arsenal. Na Premier League o dianteiro explodiu e transformou-se num dos mais letais goleadores do futebol europeu. Com 20 anos era uma estrela cintilante e portava-se como tal. Lorenzo Sanz, presidente então da entidade merengue, não resistiu ao talento do francês, mesmo avisado do seu dificil caracter. E contratou-o por 23 milhões de libras, o recorde máximo à época.

Anelka chegou a uma equipa repleta de jovens espanhóis como Raul, Morientes, Guti, Michel Salgado que vinha de uma série de meses convulsos que terminaram com a nomeação do interino Del Bosque como técnico. A equipa teve um desempenho doméstico sofrivel frente ao Barcelona de Louis van Gaal mas foi escalando eliminatórias europeias até que se viu na iminência de disputar um posto na final com o eterno rival. Nesse jogo, contra o Barça, Anelka foi o que esperavam dele. Estelar. Decidiu o apuramento do Real Madrid para a final espanhola, frente ao Valencia, em Paris.

Entretanto o seu caracter tinha-o tornado já persona non grata no balneário para os jovens espanhóis e para os veteranos Hierro e Sanchis. Recusava-se a falar espanhol, faltava aos treinos com assiduidade e um dia, pura e simplesmente, recusou-se a treinador. Foi o culminar de uma série de braços-de-ferro entre equipa e jogador. Foi multado e suspenso por 45 dias e colocado de parte pela equipa técnica. No final do ano, o novo presidente....Florentino Perez, vendeu o jogador ao PSG por cifras similares à da compra e livrou-se de um problema. O dianteiro demorou quase uma década até encontrar um clube estável e agora no Chelsea é um homem novo. Terá Karim Benzema de esperar, também ele, uma década, para finalmente provar o que vale?

Karim Benzema tem todas as condições técnicas para brilhar. Mas psicologicamente é um desastre, o jogador que gosta de ser a estrela e que a equipa existe em função da sua presença no terreno de jogo. Como ele houve dezenas de casos no passado e continuarão a existir no futuro. Resta saber se o dianteiro emendará a postura até ao final do ano ou se a sua aventura madrileña acabará por ter o mesmo fim que o seu compatriota há uma década atrás.



Miguel Lourenço Pereira às 10:38 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO