Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

O rei que ninguém esperava subiu ao palco para ser coroado como o melhor. O mais improvável entre os candidatos reais ao ceptro. Do lado de lá do mar de la Plata há outro Diego capaz de levar um povo à loucura. De pegar num país às costas e carregá-lo rumo à história. Diego Fórlan foi eleito pela FIFA como o Melhor Jogador do Mundial de 2010. É dificil contrariar a votação. Este Diego também é mágico...

Quando se estreou em 2002 num Mundial de Futebol, o jovem avançado Diego Fórlan apontou um golo memorável.

Estava longe de imaginar que teria de esperar oito anos para repetir a dose. A longa ausência do Uruguai da elite do futebol remonta há quarenta anos. Falhou o apuramento para o Mundial de 2006 quando o avançado, então ao serviço do Villareal depois de um periodo menos bem sucedido no Manchester United, estava na máxima forma. Tinha ganho a Bota de Ouro, chegado com o pequeno clube valenciano às meias-finais da Champions League. Mas não teve outro remédio do que ver o Mundial desde casa. Longe do relvado.

Desta vez não houve desencontros. Noutro ano mágico, com vitória na Taça UEFA - e golo decisivo incluido na final - ao serviço de outro clube espanhol, desta feita o Atlético de Madrid, o dianteiro charrua, conhecido pela afficion colchonera simplesmente como o "uruguayo", voltou a um palco global. Na África do Sul deu cartas do primeiro ao último dia. O seu nome foi uma figura omnipresente na prova, ofuscando todos os outros jogadores do seu continente. Nem Kaká, nem Maicon, nem Julio César, nem Robinho, nem Messi, nem Aguero, nem Tevez, nem Barrios...ninguém da América do Sul esteve ao mais alto nível na prova sul-africana. Ninguém, excepto Fórlan. O herói do povo de um país com 3 milhões de habitantes e uma história de amor com o futebol dificil de explicar.

 

Se no primeiro dia de prova Forlan não conseguiu bater Hugo Lloris, a verdade é que desde aí só falhou por duas vezez o seu encontro com as redes.

Apontou um total de 5 golos, tendo entrado directamente na lista dos melhores marcadores do torneio, perdendo a Bota de Ouro para o jovem Thomas Muller por uma mera questão de minutos. Destroçou a África do Sul, com dois golos chave, foi um quebra-cabeças para a defesa mexicana e contra a Coreia do Sul não marcou mas foi chave na parceria com o seu jovem sucessor, Luis Suarez. No duelo épico contra o Gana, Fórlan remou sozinho contra um continente. Marcou, como só ele sabe, de uma forma sublime, o golo do empate do Uruguai. E na marcação das grandes penalidades não tremeu. Cumpriu com o seu designio. Tremeu ao ver "el Loco" Abreu picar a bola e festejou o regresso dos sul-americanos a uma meia-final. Desde os dias do seu pai, um dos jogadores mais influentes da equipa uruguaia dos anos 60 e 70, que nenhuma formação celeste tinha tido a oportunidade de jogar uma semi-final. Nesse duelo com a Holanda mecânica voltou a dar a cara. Marcou quando os holandeses já festejavam e só uma lesão, inoportuna como todas, o atirou demasiado cedo para o banco, deixando-o a sofrer quando o golo de Maxi Pereira devolveu a esperança a um povo que não acreditava que a sua equipa podia ir tão longe. Com este Diego, tudo é possível. Até fazer tremer a toda poderosa Alemanha. Com mais um golo seu. O quinto do torneio, o seu sexto - e provavelmente último - num Mundial FIFA. A história de amor do charrúa com o golo continuará este ano, previsivelmente, uma vez mais nos relvados espanhóis. Mas com um apetecido embrulho. Nem Sneijder (segundo), nem Villa (terceiro), nem os alemães Schweinsteiger e Muller, ou o ganês Gyan. Nenhum foi capaz de roubar a Fórlan o único prémio que ele não esperava ganhar. Talvez por isso, pela sua alegria contagiante, tenha sido ele o que mais o mereceu.

Com 31 anos Diego Fórlan é um mito do futebol sul-americano, entrando para a galeria das figuras inesquecíveis do futebol uruguaio, orfão de um nome impactante desde os dias de Enzo Francescoli. Mas nem ele, o homem que ensinou Zidane a jogar, conseguiu criar uma empatia com o golo, e com o público, como o dianteiro de Montevideo. Só os mais velhos se lembrarão dos Ghiggia, Schiaffino ou Varelas do passado. Os mais novos nunca esquecerão o cabelo louro ao vento de um dianteiro que levou a festa para um pequeno país, esmagado entre dois gigantes, mas com um coração de ouro e uma coragem de ferro. Como ele. 


Categorias: ,

Miguel Lourenço Pereira às 18:01 | link do post | comentar

1 comentário:
De manuel antonio a 13 de Julho de 2010 às 15:56
Absolutamente merecido, num prémio nada habitual por parte da FIFA. Há muito tempo que nao se via medalhar o verdadeiro e puro futebol, em detrimento da publicidade e dinheirinho do marketing.

Forlán foi tudo o que dá gosto ver num jogador. Liderança, raça, leitura, remate, golos, e sorriso na cara a jogar a bola. Parabéns a ele e a este excelente Uru!


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO