Domingo, 27 de Junho de 2010

A Inglaterra já tem um golo do tamanho do Wembley para se queixar para o resto dos seus dias. Nisso, britânicos e germânicos acabaram empatados. Porque, no resto, o repasso monumental que Joachim Low deu a Fabio Capello, o homem contratado para fazer história, não teve igual. Vitória estrondosa e merecida de uma das mais belas equipas alemãs da história.

Beckham tinha razão quando ao intervalo interpelou o árbitro. O espantoso remate de Frank Lampard, que fez hoje o que quis com a Jabulani, entrou bem no coração das redes de Michael Neuer. Podia ter sido o empate, o equilibrio num jogo em que os ingleses se mostraram melhores que nos encontros da primeira fase. Mas acabou por não valer. Para a Alemanha, que jogava melhor e que tinha liderado o jogo com um justo 2-0, antes de Upson ter reduzido a vantagem, foi a doce desforra. Daquela tarde de 1966, a única em que os ingleses levaram a melhor sobre a equipa teutónica.

No final Capello, o homem que prometeu mundos e fundos, levou para casa a maior derrota num Campeonato do Mundo para a equipa inglesa. E uma eliminação bem antes das que condenou Sven Goren Eriksson em 2002 e 2006. Uma derrota trágica para uma das melhores gerações do futebol britânico (Terry, Lampard, Gerrard, Barry dificilmente terão outra ocasião) e um correctivo histórico para uma equipa que sacrificou a sua maneira de jogar pelo espirito resultadista do técnico italiano, acabando por oferecer a sua figura mais triste num Mundial de Futebol desde...1958.

 

A Alemanha continua a dar o seu particular show.

Uma equipa rápida, espantosa nas transições, com Schweinsteiger em plano estelar, e com um maestro a pautar o jogo como Ozil. Entre ambos se desenharam os lances mais belos do encontro. Apesar disso, foi um pontapé á inglesa que a Alemanha se adiantou no marcador. Neuer coloca a bola em campo, ninguém alivia e Miroslav Klose, mais rápido do que tudo e todos, antecipa-se no duelo a Upson e encosta para o 1-0. Um resultado justo que, rapidamente, Ozil tratou de orquestrar num 2-0. Passe para o jovem Mueller que viu, do outro lado, a corrida de Podolski. O centro foi perfeito, a finalização do dianteiro do Koln também. A Inglaterra estava a ser atropelada pelo panzer mais belo de que há memória nos últimos 26 anos de futebol alemão.

Aí surgiu o orgulho inglês em jogo. A equipa, com Millner, Lampard e Gerrard atrás da linha de dois avançados, foi subindo no terreno. Começou a controlar o jogo e foi criando ocasiões. Defoe enviou a bola á barra, mas o lance acabou anulado. Pouco depois, um centro hábil de Gerrard encontrou a cabeça de Mathew Upson. O central aproveitou o erro garrafal de Neuer e reduziu as distâncias. Até que chegou o remate de Lampard, esse imenso golo que entra na galeria dos grandes remates que não contam. A Alemanha suspirou. E voltou do intervalo com outra disposição. A Inglaterra era, efectivamente, uma versão melhorada da fase de grupos. Mas não chegou. Em quinze minutos, duas licções de como contra-atacar um rival descoberto atrás (caracteristica nas defesas da Argentina e Espanha, possiveis rivais alemães) deram a Muller a oportunidade de fazer história. Dois belos golos, dois momentos de grande futebol. Dois socos na mentalidade perdida de Capello, um dos maiores derrotados deste Mundial aziago para os renomes europeus.

Com este esmagador triunfo, a Alemanha reforçou a sua condição de favorita e deixa antever o próximo duelo como o grande duelo dos Quartos de Final. Um duelo onde pode sair o futuro campeão, tal a esmagadora diferença de qualidade face ao outro lado das eliminatórias. O melhor jogo do Mundial 2010 acabou com uma Alemanha reforçada e uma Inglaterra com dois anos para pensar no futuro. Naturalmente, com outro homem ao leme. Capello, desta vez, não soube como ganhar.  


Categorias: ,

Miguel Lourenço Pereira às 17:25 | link do post | comentar

5 comentários:
De manuel antonio a 28 de Junho de 2010 às 00:21
Que pena nao ter conseguido ver este jogo! E coisa pra contar a geraçoes futuras, um 4-1 alemao a uma inglaterra moribunda mas que ainda lutou o que lhe foi possivel e impossivel. Mas estava traçado, de uma maneira ou de outra. em 10 partidas, 7 acabavam com vitoria alema, a equipa sem estrelas mas com mais futebol do campeonato!


De Ricardo a 28 de Junho de 2010 às 03:58
Eu não vi o jogo e nem preciso porque a Alemanha tem andróides programados para exterminar.

O que é que eu tenho dito??? Ninguém me ouve.

Agora vou comer às vossas custas : D



De Miguel Lourenço Pereira a 28 de Junho de 2010 às 08:34
Já acabou? Entao, tranquilo.

Ainda vais atrás!


De Miguel Lourenço Pereira a 28 de Junho de 2010 às 08:33
Foi o único grande jogo do Mundial.

Tinha de ser um duelo entre europeus, está claro.

A Inglaterra melhorou muito mas foi insuficiente. Tinha o arbitro validado o golo e o jogo começava do zero, com a diferença de que a Inglaterra talvez saísse galvanizada pela recuperaçao. A Alemanha é a unica equipa que tem jogado futebol neste Mundial mas continua a ter uma defesa com muitas duvidas e um meio campo que ás vezes surje demasiado descompensado. Será um bom jogo o duelo contra a Argentina, que nao mereceu passarl.

um abraço


De Ricardo a 28 de Junho de 2010 às 18:31
De todos sou o que está mais bem colocado para ganhar a aposta porque tenho mais equipas em prova do que vocês ;)

E viva a Alemanha.


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Ya existe Avenida Eusebio, Estadio da Luz; NO EXIS...
¡Suerte....!
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO