Sábado, 23 de Maio de 2009

Durante anos foi um dos grandes desconhecidos na Bundesliga. Sobrevivia graças ao financiamento da Volkswagen, cujos emrpegados fundaram a cidade no final do século XIX. Hoje conseguiu, pela primeira vez, ultrapassar por um dia a fama do seu patrono. Hoje a empresa do povo está de parabens. Pela primeira vez o VL Wolfsburg conquistou a liga. A vitória que o povo alemão queria.

Não há clube com mais adeptos em terras teutónicas do que o Bayern Munchen. Mas, por uma vez, hoje todo o país esperava ansioso por um desfecho diferente do habitual. Um David contra Golias a centena de kilometros de distância com espectadores de luxo. Até quatro equipas podiam sagrar-se campeãs hoje. Mas só uma o merecia verdadeiramente. Os verde e brancos começaram a temporada timidamente, ofuscados pelo brilhante arranque do Hoffenheim. A pouco e pouco, os golos do jovem Dzeko (de quem já falamos) e do brasileiro Grafite, a viver uma segunda juventude, foram levando o Wolfsburg trepar pela tabela. Até que chegou aquele jogo contra o Bayern. A equipa de Munique liderava a prova, depois de ultrapassar o campeão de inverno, e podia ter rematado o campeonato. Mas Felix Magath - que já logrou o titulo na capital da Baviera e foi posteriomente despedido sem apelo nem agravo - tinha um trunfo na manga. A equipa do povo saiu derrotada por 5-1 com aquele golo inesquecivel de Grafite. O momento de ousadia que definiu a temporada.

 

Com o coração nas mãos a equipa do Wolfsburg chegou á última jornada apenas a depender de si própria. Mas na Alemanha já viram este filme com um destino trágico para os que se atreviam a desafiar os baváros. O Bayern tinha de defrontar o Sttutgart - em terceiro e com opções de ser campeão - e o Hertha de Berlin também tinha opções. E o pior era que or rival era nem mais nem menos que o Werder Bremen, ferido no orgulho pela derrota de quarta-feira em Istambul, e com Diego a querer despedir-se em grande. Havia muito em jogo e a pressão era total. Os outros não tinham nada a perder. O pequeno clube de Wolfsburg tinha de dar o tudo por tudo.

Os contos de fada, ainda existem. Em Munique o Bayern fez o seu papel e bateu o rival directo. Tudo dependia do que estivesse a passar nesse momento no Volkswagen Arena. Doze anos depois de subir de divisão o públicou finalmente pode explodir de alegria. O golo de Diego foi indiferente. Tal como tinha acontecido em tantas ocasiões, o duo atacante da equipa da casa resolveu o jogo e o titulo. O brasileiro Grafite apontou mais dois golos, e com 28 sagrou-se melhor marcador da prova. O seu inseprável companheiro bósnio, Edin Dzeko, também marcou e desatou a eurofia nas bancadas. Magath sorria no banco. O apito final nem era necessário já que o marcador gritava 5-1 a favor dos da casa. Fez-se história no futebol alemão e voltou a provar-se de que um projecto sólido vale muito mais que um orçamento milionário. Josué, Dzeko, Grafite, Barzagli, Benaglio, Zaccardo, Misimovic ou Ricardo Costa, não são grandes estrelas com salários milionários. Mas Magath - que já anunciou que para o próximo ano será o técnico do Schalke 04, soube montar um plantel equilibrado e trabalhador. Nunca abdicou do futebol de ataque e recebeu o justo prémio final.

 

É apenas o primeiro titulo e perante a debandada de alguns dos seus nomes mais ilustres, a começar pelo técnico, pode até bem ser o único da história deste pequeno clube. Longe continua o Bayern com os seus 20 campeonatos em 50 anos de prova. Mas se algo aprendemos este ano é que o valor dos sonhos fazem milagres. Em Wolfsburg os mais novos já têm uma história para contar aos seus netos...."Lembro-me bem daquele dia em que a cidade se vestiu de verde...foi a 23 de Maio de 2009 que fomos campeões da Alemnha...naquele dia todos sentimos que era a vitória que o povo queria". 



Miguel Lourenço Pereira às 19:58 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO