Sexta-feira, 18 de Junho de 2010

Quando Liniker disse que o futebol era um jogo em que sempre ganhava a Alemanha, não se esqueceu de referir que eram 11 de cada lado. Hoje não foi assim e a melhor Sérvia apareceu, com uns dias de atraso, e provou mais uma surpresa ao dominar a já anunciada super-favorita. Os germânicos continuam a mostrar um excelente futebol mas agora necessitam vencer o Gana e fazer contas para passar. Tudo em aberto quando ninguém o esperava.

Amanhã o Gana vs Austrália vai ganhar uma transcendência inesperada.

A derrota dos sérvios diante dos africanos parecia ter condenado o conjunto orientado por Radomir Antic. Mas não, hoje é a Alemanha que está em sérios apuros depois de cair derrotada por um surpreendente 1-0. Um resultado que pode ser considerado justo, mas resultado de um grave erro, fruto da incompetência de Undiano Malenco, o árbitro espanhol, que nunca teve o controlo do jogo, acabando por dar a Miroslav Klose, dois amarelos em dez minutos, nenhum deles justificável. Mas também, é preciso dizê-lo, um resultado que podia ter pecado por escasso face às várias oportunidades de golo desperdiçadas pelo ataque sérvio. No entanto a Alemanha não desiludiu, nem de longe nem de perto. Foi uma equipa virada para o ataque, sempre à procura do golo, e por várias vezes esteve perto de igualar o encontro. A mais clamorosa ocasião, um claro e igualmente infantil penalty cometido por Vidic, acabou nas mãos de Stoijkovic, depois de um remate denunciado de Podolski. O avançado foi o espelho do desacerto, durante todo o encontro. Falhou nas jogadas combinadas, nos lances individuais e no penalty. Por ele (e por Klose) passou muito do resultado, péssimo para os alemães.

A equipa de Joachim Low entrou muito melhor no jogo do que os sérvios, mas rapidamente se viu que esta equipa era diferente da que se tinha estreado com o Gana. Melhores distribuidos, os sérvios iam controlando o jogo de associação germânico e a pouco e pouco, ganhando terreno de jogo. À meia-hora, quando já se imaginava face ao ritmo de amarelos que ia tendo o jogo, Undiano Malenco expulsou o dianteiro alemão. E as coisas mudaram. Os sérvios foram mais incisivos e mesmo antes do apito final, Jovanovic, o goleador da fase de apuramento, aproveitou um erro colectivo da defesa alemã e marcou. Um golo injusto então mas que os sérvios saberiam capitalizar.

 

Apesar de estar em desvantagem (numérica e no marcador), a Alemanha começou o segundo tempo fiel à sua filosofia de ataque.

Ozil encontrou por três vezes espaços impossíveis, mas Podolski nunca soube concretizar. A equipa alemã jogava melhor, controlava, mas perdia eficácia à frente da baliza. Os sérvios iam atacando pontualmente, mas sempre com perigo. Até que um centro da esquerda encontrou a inocente mão de Vidic no ar. Penalty e suspense. Seria o segundo consecutivo concedido pelos sérvios mas, desta feita, o polémico Stoijkovic adivinhou o denunciado tiro de Podolski. O marcador não se movia.

Esse momento decidiu o jogo. Animicamente o conjunto teutónico veio-se abaixo e Low tirou Muller e Ozil para aplicar um jogo mais directo com Marin e Cacau, mas as melhores ocasiões eram dos sérvios, que por duas vezes acertaram com os postes. A chegada de Gomez tirou profundidade de toque a uma descrente Alemanha e permitiu aos sérvios arrancar mais um par de ataques pelas laterais, onde se revelaram intratáveis durante todo o jogo.

A vitória da Sérvia equilibra ao máximo as contas do apuramento, à espera do que faça o Gana, que pode ser o grande benificiado da jornada. Uma vitória dos africanos obriga a Alemanha a vencer o último jogo e a esperar o desenlace do Sérvia vs Austrália. Um triplo empate a seis seria provável, o que daria primazia ao goal-average. Talvez aí os alemães agradeçam a sua espantosa noite de estreia. Até lá, terão uma semana para sofrer.


Categorias: ,

Miguel Lourenço Pereira às 15:00 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Ya existe Avenida Eusebio, Estadio da Luz; NO EXIS...
¡Suerte....!
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO