Sábado, 5 de Junho de 2010

Se o grupo de Portugal é tido pela maioria como o "Grupo da Morte" então pouco haveria que dizer sobre um conjunto de quatro equipas com legitimas aspirações a sonhar. Um eterno candidato, uma equipa africana de primeiro nível, uma selecção europeia que aspira a surpresa da prova e uma equipa transfuga com vontade de repetir o brilharete. Quem quer que se apure para a ronda seguinte, terá pago o apuramento a um preço elevado.

 

A Alemanha cinzenta e resultadista está a transformar-se progressivamente numa equipa alegre, ofensiva e atractiva.

O mérito pertence a Joachin Low que continuou a boa herança deixada por Jurgen Klinsmann operando uma perfeita renovação de gerações. Isto, sem esquecer, que a Alemanha tem sido uma das máximas forças das provas de formação dos últimos cinco anos. Os germânicos chegam com o titulo de "vices" da Europa e com legitimas aspirações a ir bem mais longe do que muitos esperavam há dois anos atrás. Mesmo sem Michael Ballack. O médio e capitão perde o seu último Campeonato do Mundo mas deixa atrás de si um onze organizado e rejuvenescido. Há que contar com a maturidade de Ozil, Kiesling, Marin, Boateng, Tasci, Kroos e Muller. Mas também com a experiência ganha pelo sector defensivo com Lahm, Mertesacker e Butt ou ainda com o sector ofensivo, onde voltam à carga Schweinsteiger, Klose e Podolski. Um colectivo bastante heterogeneo, com boas opções para as distintas posições mas a que parece faltar um fiável médio de contenção, depois de Low ter descartado Frings, Rolfes ou Borowski. Uma mancha numa equipa que pode tornar-se numa das boas sensações do torneio.

 

Apesar de muitos verem a Costa de Marfim como a equipa africana a ter em atenção, a verdade é que é o Gana a selecção com mais condições para sonhar. Não tivesse tido o azar dos marfilhenhos, caindo num dos dois grupos mais complicados.

A equipa orfã da liderança de Michael Essien, um desses protótipos fisicos do médio perfeito, é no entanto um exemplo de organização, eficácia e sentido de oportunidade. No lote de convocados há espaço para os campeões do Mundo de sub 20 (Inkoom, Adiyiah, Badu, Ayew, Mensah) mas também para jogadores repletos de veterania da talha de Asamoah, Muntari e Gyan. O que mais pode faltar a este brilhante Gana, sem contar com a ausência do seu capitão, é poder de fogo no ataque. Mas a solidez defensiva e a força do meio-campo que possuem os ganeses é dificil de repetir por qualquer outro dos 31 participantes no torneio. Uma equipa a ter em linha de conta para muito, não fosse este um grupo de grandes candidatos.

E é nesse lote que está a Sérvia. O conjunto de Radomir Antic foi uma das grandes surpresas da fase de qualificação, batendo sem apelo nem agravo a franceses, romenos e austriacos, equipas presentes no último Europeu. Conta com um exército pautado por uma imensa juventude, de Milos Krasic a Aleksander Kolorov, de Ivanovic a Kuzmanovic sem esquecer Tosic, Sulejamani, Subotic, Obradovic, Lukovic e Vidic. Um onze de estrelas, presentes e futuras, que relembra em muito à equipa jugoslava de 1991 ou à Croácia de 1998. E todos sabemos o que aconteceu em ambos os casos.

 

À partida parece que a única equipa que não entra nestas contas é a Austrália. Mas pode ser puro engano.

Os "aussies" já não contam com o mago Hiddink no banco como há quatro anos mas continuam a ser uma das equipas mais em forma do Mundo. Uma fase de apuramento imaculada no continente asiático (a única forma que os australianos encontraram para garantir o apuramento directo) e uma equipa muito experiente com jogadores habituados aos grandes palcos são trunfos importantes. Do genial Schwarzer, herói da campanha do Fulham, à eficácia de Cahill, Neil, Culina e Emerton é preciso estar atento aos cangurus. Subestimá-los será sempre um risco.

 

O Duelo: São dois dos melhores laterais do futebol actual e prometem encontrar-se num duelo apaixonante quando Alemanha e Sérvia se defrontem no jogo decisivo do grupo. Aleksander Kolorav foi um dos melhores jogadores da passada edição do Calcio e é um dos nomes pedidos por Mourinho para o seu projecto madrileño. Por sua vez Philip Lahm voltou a mostrar esta época que é um dos nomes mais consensuais da década, um ala que defende tão bem quanto ataca. Dois jogadores de top num duelo que promete ser apaixonante. 

 

A Figura: Just Fontaine tem 12 golos em Mundiais de Futebol. Marcou-os todos numa só edição. O germânico Gerd Muller precisou de duas provas para apontar 14 tentos. O brasileiro Ronaldo superou-o com 15, apontados em três provas distintas. Agora cabe a Miroslav Klose desafiar o prestigio do brasileiro. Em 2002 marcou 5 golos de cabeça e quatro anos depois apontou outros cinco mais. Se mantiver a sua média no final do torneio pode fazer história. 

 

O Em Jogo aposta em: Alemanha e Sérvia 


Categorias: ,

Miguel Lourenço Pereira às 08:07 | link do post | comentar

4 comentários:
De sergio a 5 de Junho de 2010 às 21:13
O Just Fontaine marcou 13 golos.

Já reparou na média de idades da selecção alemã?!?!?

É a 3ª selecção mais jovem do Mundial, com uma média de 25 anos.

Não sei bem ao certo, mas será a selecção mais jovem de sempre da Alemanha!


De Miguel Lourenço Pereira a 7 de Junho de 2010 às 09:31
Sérgio,

13 golos, efectivamente. É uma selecçao extremamente jovem e Low já anunciou que não há pressão nenhuma, que se está a moldar a equipa para a próxima década. Por isso mesmo os alemães soam como um rival temível.

um abraço


De Pedro a 5 de Junho de 2010 às 23:26
Miguel,

É sem dúvida um grupo difícil.

Todos podem passar ou cair logo à primeira.

A Alemanha, mesmo destroçada com as baixas por lesão, quase diárias, vai-se reinventando por obra de Low, em 4-3-1-2 (losango). Wiese deve ser titular. Depois na defesa, Lahm continuará à direita, também na selecção, porque há um fabuloso Aogo à esquerda. No meio, duelo Friedrich/Taschi para acompanhar o seguríssimo Mertesacker. Meio-campo em losango. Sem Ballack, Schweinsteiger deve fazer interior-esquerdo, Trochowski, interior-direito, para Khedira, organizar sozinho atrás. Mais do que um sofrível interior esquerdo, Ozil rende mais atrás de Gomez e Podolski. Klose deve partir do banco, uma vez que foi 3ª opcção no Bayern. E quem diria, cheira a bom futebol! Com maiores ou menores dificuldades deve ganhar o grupo.

Os cangurus devem apresentar um 4-4-2, na variante 4-1-3-2. Schwarzer na baliza. Emerton, à direita, Chipperfield à esquerda, e os experientes Moore and Neill, no centro. Depois Culina como pivot defensivo, com Cahill, box-to-box. Wilkshire deve aparecer à direita, Bresciano à esquerda, para poupar Kewell às correrias nas alas, aparecendo sim a apoiar o ponta-de lança Holman ou Kennedy. Força, pressão, peso, técnica quanto-baste mas um poder de finalização fraco podem fazer a diferença pela negativa.

Sem Essien, o Gana perde muito no meio. Ainda por cima Muntari deve ser empurrado, do meio, onde rende mais e é quase obrigatório estar, para a esquerda. Muitos jovens e alguma veterania numa mescla interessante. Falta claramente um número 10. Depois de muito tempo sem competir Appiah vai ter o peso todo da responsabilidade de "levantar" a equipa. Gyan na frente pode render alguns golos importantes. Interessante, sem empolgar muito. A ingenuidade defensiva deve continuar a "perder" pontos.

A Sérvia tem excelentes valores individuais, muito cativantes. De Antic, espera-se que continue, agora como quase sempre, a apostar no 4-1-3-2. Na baliza, um "fresco" Stojkovic. Jogo aéreo e vaivem constante na direita com Ivanovic, que pode também aparecer no meio. Vidic comanda no centro. O cobiçado e potente Kolarov, na esquerda. Depois Krasic, a dar velocidade, serpentiando pela direita, Stankovic a controlar todo o meio-campo, com Jovanovic a partir da esquerda para o meio, chegando-se aos dois da frente, Pantelic e Zigic. Arrojo, confiança, muita técnica e potência. Falta obviamente velocidade e desarme no meio-campo defensivo para proteger a defesa. Ainda assim deve chegar para seguir em frente.

Abraço

Pedro


De Miguel Lourenço Pereira a 7 de Junho de 2010 às 09:35
Pedro,

Para mim, o verdadeiro Grupo Da Morte, com a Australia como possivel joker. A Sérvia pode surpreender, pela negativa, depois de tanta expectativa criada à sua volta. O Gana será força e crença, antes de talento. E a Alemanha é, sempre ela, temível. Apesar da suplencia, nao acredito que Low abdique de Klose em detrimento de outro jogador iminentemente suplente. A grande alternativa ao duo Klose-Podolski será provavelmente Cacau.


Um abraço


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Ya existe Avenida Eusebio, Estadio da Luz; NO EXIS...
¡Suerte....!
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO