Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

muito tempo que a Taça de Portugal deixou de ser uma festa. A Federação Portuguesa de Futebol desvirtuou o trofeu com o novo formato de meias-finais. Ao permitir que o jogo se continue a disputar no semi-abandonado Jamor, deu-lhe o toque de finados. No meio de tanto vazio, o FC Porto apresentou um dos seus rostos habituais da época. Sem classe, sem atitude, sem chama, os dragões sofreram para bater os históricos flavienses. Resumo perfeito de uma época sem rumo.

A cara de alegria dos jogadores contrastava com a seriedade de alguns adeptos que se dispuseram a fazer a caravana Porto-Lisboa.

Natural. O FC Porto igualou o Sporting em Taças de Portugal com uma das vitórias mais cinzentas na história do torneio. De um lado o desmoralizado Chaves, recém-despromovido à...Segunda B. Do outro um clube marcado por um ano de hara-kiris e golpes no próprio pé, que procurava igualar o eterno rival em troféus conquistados no ano. 2 contra 2. Apenas, e só.

Talvez por isso o futebol se tenha abstido de aparecer no decrépito Jamor. O FC Porto atacou só numa parte. O Chaves existiu só noutra. Nunca houve um verdadeiro choque de equipas, tão dispares em qualidade e motivação. Os golos azuis e brancos de Guarin e Falcao premeiam os jogadores mais em forma do final de temporada azul e branco. A péssima exibição de Hulk dá razão aos que vêm no brasileiro apenas um producto de energia inesgotável. A inteligência de jogo, que consegue fazer de pequenos anões grandes génios, não vinha nesta poção mágica. Como um anti-herói Manga, o avançado brasileiro irrompeu por todos os lados. Mas os golpes não fizeram mossa. E assim descorreram 45 minutos, num jogo que foi ignorado por todos, desde a comunicação social ao público, passando pelas próprias equipas em campo.

 

O segundo tempo viu o melhor Chaves, fruto de um toque de reflectida revolta.

Os flavienses sabiam que tinham diante de si um rival adormecido em si mesmo e tentaram ripostar. Bruno Alves, igual a si mesmo, logrou ser expulso e facilitou as coisas. Um ano para esquecer de um capitão que passou toda a temporada a olhar para a Europa, tentando adivinhar onde poderá disputar os seus últimos anos de profissional de forma digna, como apontou. Sob a falta de presença da equipa, Jesualdo Ferreira pouco fez senão voltar a mexer no banco de forma oposta ao ritmo do jogo. O que o FC Porto tinha a menos, Jesualdo deu a mais. A apatia generalizou-se, os poucos rebeldes desapareceram do mapa. O Chaves, justamente, marcou. Um golo para a memória sem efeitos práticos nem nada que se lhe parece, talvez um último canto de finado de um clube histórico à beira da extinção. Como um tal Campomaiorense há uma década um o Estrela de Amadora, que há 20 anos apareceu no Jamor como um orgulhoso campeão. Dessa motivação ontem viu-se pouco. Mais eram as bancadas vazias e os corações sem chama.

O triunfo do FC Porto permitiu maquilhar em números o que não se conseguiu no terreno de jogo. Dois trofeus em cinco e a garantia de disputar com o eterno rival, o primeiro choque da próxima temporada. Com muitos rostos novos, espera-se. O próprio desencanto dos jogadores, taça na mão, espelham bem a falta de vida que há num balneário conhecido pela sua combatividade. O ano que vem adivinha-se duro e nenhum adepto dos dois grandes da liga portuguesa estará disposto a contentar-se com uma Taça. Talvez seja a final do próximo ano quem sai a ganhar! 



Miguel Lourenço Pereira às 12:08 | link do post | comentar

4 comentários:
De facepalmjpg a 17 de Maio de 2010 às 18:51
Não percebo o que o Bruno Alves quer dizer em "disputar a carreira de forma digna". Ele não tem um bom salário? Não é capitão de equipa? Não faz parte de uma equipa competitiva? Que gajo pobre e mal agradecido.


De Miguel Lourenço Pereira a 18 de Maio de 2010 às 08:12
Meu caro,

O que o Bruno Alves quer dizer é que não passa de um péssimo profissional, o que se espelha bem nas suas exibições do seu último ano e meio.

Um modelo de jogador cada vez mais habitual nestas e noutras paragens.

Um abraço


De Ricardo a 19 de Maio de 2010 às 00:52
Que jogo tão pobrezinho... até meteu dó a quantidade de falhanços do Hulk , o meio campo às aranhas e o imbecil do Bruno Alves a despedir-se da melhor maneira. O FCP não tinha fio de jogo. Parecia o Avintes contra o Candal. Até à próxima Jesualdo...


De Miguel Lourenço Pereira a 19 de Maio de 2010 às 08:16
Um jogo que espelhou a fraquissima época do FCP, sem ponta onde se lhe pegar.


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO