Domingo, 9 de Maio de 2010

Foi questionado por tudo e por todos e em Novembro muitos acreditavam que o técnico holandês seria incapaz de dar a volta á dificil situação que o conjunto bávaro vivia. Mas a sua filosofia de ataque acabou por entrar no espirito da equipa e a segunda volta do Bayern Munchen foi demolidora. Um titulo justíssimo do Bayern mais ofensivo das últimas épocas.

Era preciso vencer. Ou talvez não.

Pelo sim pelo não o Bayern Munchen voltou a ser igual a si próprio nesta temporada demolidora. Venceu por 3-1, condenou o Hertha Berlin á Segunda Divisão, e confirmou que, actualmente, é a equipa mais ofensiva do velho continente. Obra e mérito de Louis van Gaal. O técnico holandês herdou uma equipa desmoralizada pela equipa de desilusão que significou a aposta em Jurgen Klinsmann. E demorou a por em prática a sua filosofia numa equipa rigida por natureza. Descartou os jogadores mais acomodados (Toni, Klose, ...) e deixou de lado Ribery durante algumas semanas. Apostou tudo em relançar a carreira de Robben e a jogada saiu-lhe bem. Olhou para a formação do clube germânico (que há anos não lançava um jogador de primeiro nível) e tirou da cartola três ases de luxo. E apostou em jogadores de caracter como Olic e Tymoshcuk para dar equilibrio a uma equipa de estrelas. A equipa arrancou mal, mas em Novembro começou a portar-se de outra forma. A goleada em Turim, para a Champions League, deu a tónica. A partir daí a Bundesliga tornou-se inevitável. Ultrapassou o Bayer Leverkusen, aguentou o acosso do Schalke 04, e festejou merecidamente com uns números escandalosos.

 

Na corrida pelo título parecia que este ano o Bayer Leverkusen tinha algo a dizer.

O conjunto de Heynckhes fez uma época memorável até Janeiro. A partir daí - da derrota contra o Bayern - o BayArena perdeu fé em si mesmo e foi caindo na tabela classificativa. No sentido oposto vieram Schalke 04 e Werder Bremen. Os de Felix Magath passaram debaixo do radar durante largos meses até que deram um golpe na mesa e desafiaram o Bayern no último mês. Sem deslumbrar, ao contrário do Werder Bremen que teve de viver a primeira parte da época sem Diego mas que encontrou em Mezut Ozil o seu novo mentor. São estas as equipas da próxima Champions, um trio de luxo que espelham bem o nivel alto da Bundesliga.

Também de volta a Europa, a fazer companhia aos de Leverkusen, está o histórico Borussia Dortmund. O conjunto amarelo superou os problemas financeiros e graças aos golos de Barrios foi-se colocando na parte de cima da tabela, confirmando o seu quinto posto. Um regresso em alta para os de Dortmund que contrasta com a desastrosa época do campeão. O Wolfsburg concentrou-se na Champions. A jogada saiu-lhe mal, a equipa substituiu o técnico e nem os golos de Dzeko impediram que o resultado final fosse um desastroso 8 posto. Á sua frente Sttutgart e Hamburg SV, equipas que viveram as suas próprias crises particulares (com mudanças de técnico incluidas) e as suas obsessões europeias. Para o ano a concentração será 100% na prova doméstica.

Na eterna luta pela despromoção, desde cedo o europeu Hertha de Berlin mostrou o seu lado mais negro e confirmou que caía de novo ao segundo escalão. Bochum e Nuremberga seguiram-no nas últimas jornadas, garantindo que os sofredores de Colónia, Friburg e Hannover terão um ano mais para evitar entrar no mundo dos pesadelos. A Bundesliga de este ano já terminou, mas quem não pensa já na próxima? 

 



Miguel Lourenço Pereira às 13:11 | link do post | comentar

4 comentários:
De sergio_alj a 9 de Maio de 2010 às 14:11
O Nuremberga ainda não desceu. Vai realizar um playoff com o Augsburg, 3º classificado da 2ª Bundesliga.

O Van Gaal é um grande treinador e o duelo mental com Mourinho vai ser épico!


De Miguel Lourenço Pereira a 9 de Maio de 2010 às 16:47
Sergio,

Tens toda a razão, falhou-me essa particularidade muito habitual das ligas nórdicas do play-off de subida e descida.

Um abraço


De Pedro a 10 de Maio de 2010 às 00:19
Miguel,

Van Gaal , é, sem dúvida um grande estratega, um grande treinador.

Lembro-me de ver o Bayern-Bayer Leverkusen da primeira volta e a diferença em qualidade de jogo, para agora é verdadeiramente abissal. A equipa estava então a assimilar processos. A persistência na defesa da sua ideia de jogo, foi perigosamente ameaçada pelos resultados iniciais, mas valeu a pena.

Com Van Gaal , coragem, inteligência e invenção.

A equipa "alarga" o campo sem imprimir um ritmo avassalador. Transições "seguras" por um bloco que sobe lento "em largura" pelos pés de Schweinsteiger e Van Bommel , mas que depois, mais próximo da área, injecta velocidade com as verticalizações de Muller e Olic e as diagonais alucinantes de Ribery e Robben . Em Old Trafford , foram como que injecções lentas mas prolongadas, até ao apuramento.

Van Gaal , tal como Mourinho, pode fazer a tripla, com a Taça e a Champions .

Numa antevisão, acho que ficará somente com os títulos internos. Apesar de toda a qualidade, penso que, ainda assim, não chegará para o venenoso Inter . Dá espaço a mais no meio campo.

Grande abraço

Pedro


De Miguel Lourenço Pereira a 10 de Maio de 2010 às 08:34
Viva Pedro,

Neste momento a final da CL é um claro 50%-50%. Este Bayern provou, desde Janeiro, ser uma perfeita máquina de futebol ofensivo. Sem Ribery não fica a perder tanto como o Inter sem Motta, pelo estilo de jogo. O frances esteve cinzento ao longo de todo o ano.

Na Bundesliga, van Gaal voltou a provar que é um técnico de primeira linha. Notável no desenho táctico, corajoso nas opções técnicas. Um justo ganhador que deixa aqui uma equipa que pode lutar pela supremacia alema e europeia nos proximos anos.

um abraço


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO