Quinta-feira, 18 de Março de 2010

A única vez na história que duas equipas francesas marcaram presença nos Quartos de Final da Champions League, uma delas foi finalista. São boas noticias para Bordeaux e Lyon. O futebol francês volta a mostrar a sua força e surge como o inesperado outsider europeu do ano. Natural evolução de um campeonato que mudou muito em pouco tempo.

Foi em 2004 e os adeptos do FC Porto lembram-se bem. Nesse ano a equipa teve de disputar os sucessivos apuramentos com as três equipas francesas em prova. Eliminou o Olympique Marseille de Didier Drogba na fase de grupos. Nos Quartos de Final defrontou o melhor Olympique de Lyon. Seguiu em frente graças aos golos de Maniche. Até que chegou a mitica final de Gelsenkirchen contra o AS Monaco. Nova vitória e um titulo inesquecível. Essa foi a primeira e única vez que a Ligue 1 logrou o feito de colocar duas equipas entre as últimas oito formações na prova rainha europeia. Até agora.

É curioso que o campeonato francês é o menos eficaz nas provas europeias das ligas de elite europeias. Provas europeias, aliás, criadas por franceses a pensar na consagração das suas melhores formações. Assim nasceu a Taça dos Campeões e mais tarde a Taça das Cidades com Feiras. Só que, até agora, só uma formação gaulesa venceu uma Champions (o Olympique Marseille em 1993) e apenas o PSG levou para casa uma Taça das Taças. Muito pouco para uma das cinco ligas principais da Europa. Muito longe de Inglaterra, Espanha, Itália e Alemanha, em titulos os franceses também estão atrás de Holanda, Portugal, Escócia e Rússia. Muito pouco para quem investe tanto, todos os anos. Mas parece que a tendência está a inverter-se.

Para lá do sucesso na Champions há ainda a possibilidade dos franceses contarem com duas equipas mais na Europe League (se Marseille e Lille seguem em frente). Significaria que teriam um total de 4 entre 16, valores superiores à Premier League (2 ou 3), La Liga (está entre 1 e 3), Serie A (1 ou 2), Bundesliga (1 a 3) ou Liga Sagres (0 a 2). Ou seja, a liga mais representada na etapa final do sprint europeu. E isso sim, seria inédito.

O resultado é espelho de uma evolução constante na própria Ligue 1. O campeonato que foi dominado de forma dictatorial nos últimos sete anos pelo Olympique de Lyon está hoje mais equilibrado do que nunca. Há cinco equipas a lutar pelo título (o ano passado foram três até bem perto do fim) e a disputa pelos postos europeus está aberta a um total de nove formações. As camadas jovens funcionam como principal fonte de ingresso dos clubes - entre jogadores vendidos e promovidos à primeira equipa - os estádios remodelados para o Mundial de 1998 garantem boas condições para os adeptos e equipas e a distribuição de lucro está mais equitativa do que nunca. Circunstâncias que permitiram o regresso de Bordeaux e Marseille à ribalta, que abrem a porta a projectos mais modestos mas ambiciosos como os de Lille, Rennes, Toulouse ou Monteplier e que tapam as más prestações consecutivas de AS Monaco e PSG

A última noite de glória do futebol francês viveu-se ontem. Depois do histórico apuramento do Olympique de Lyon no Santiago Bernabeu, foi a vez do Girondins Bordeaux confirmar que a sua candidatura é mais do que simples ilusão. O técnico Laurent Blanc avisou dos perigos do Olympiakos e na Gasconha ainda se sofreu após o golo grego e a expulsão do determinante Aliou Diarra. Mas a superioridade girondina era clara. Depois de Gourcouff abrir o marcador na primeira parte (o jogo tinha terminado 1-0 na Grécia) coube à outra estrela da companhia, o marroquino Chamkah, fechar a eliminatória. 

A vitória do Bordeaux garante assim que na sexta-feira haverá duas equipas gaulesas no sorteio. Em França há até quem prefira um duelo nacional para garantir que, pelo menos uma das duas equipas chega às meias-finais. Em ano de Mundial - onde não se espera que a França repita o brilharete de há 12 e 4 anos, respectivamente - o sucesso europeu é o melhor bálsamo para os adeptos gauleses. As quatro formações ainda em prova sabem que estão longe de ser consideradas favoritas. Mas também não o era o AS Monaco de Didider Deschamps, e só o FC Porto com a marca de José Mourinho foi capaz de os travar.

Que o futebol francês continue com as vitrines vazias, é um dos grandes mistérios do futebol europeu. Nem o Stade de Reims nos anos 50, nem o Saint-Ettiene na década de 70 ou o Bordeaux dos 80 foram capazes de quebrar a malapata. E quando houve uma equipa que sim, subiu ao mais alto, tudo se desmoronou demasiado depressa. É uma pedra no sapato de qualquer adepto francês. Sem ódios nacionais à mistura, a França quer desesperadamente um campeão a quem admirar. Se este será o seu ano, ainda está por ser ver. Mas dificilmente a conjuntura voltará a soar tão favorável para ouvir La Marseillese.



Miguel Lourenço Pereira às 10:34 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO