Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

Enquanto Florentino Perez passou o Verão a formar um conjunto de Galácticos onde só brilha Cristiano Ronaldo, o Barcelona de Josep Guardiola manteve o rumo e juntou a mais brilhante jóia sueca à sua constelação de diamantes. Agora que o Verão parece mais próximo que nunca os blaugrana preparam-se para repescar a pérola que lhes falta. Em Can Barça esperam este ano poder dizer, finalmente, bienvingut Cesc.

 

Se o onze do Barcelona de agora parece não ter falhas, imaginemos no que poderia ser se a esta equipa total se juntasse um dos melhores jogadores da actualidade. E também um dos menos mediáticos. Durante três anos Francesc Fabregas deixou de ser uma eterna promessa. Pegou nos galões do Arsenal com a saída de Thierry Henry e tornou-se no eixo por onde todo o jogo circula. Braço-direito de Arsene Wenger, hoje Fabregas é o único jogador do Arsenal de classe mundial. O barómetro do jogo da equipa. Um patrão de jogo como o futebol europeu conhece poucos, mesmo poucos. E no entanto, três anos de alto nível em Londres trouxeram-lhe um reconhecimento internacional escasso. Quase nulo. Ser o líder hoje de uma equipa que demasiado depressa fica sem objectivos pelos que lutar é complicado. E se lhe barram um lugar na selecção nacional, com a desculpa de que não tem lugar, pior é. Especialmente se essa selecção é a mais cotada do momento. Hoje Fabregas é mais do que parece. E só está à espera de uma oportunidade.

 

Barcelona é a sua casa. Sempre o foi.

Fabregas é, ainda hoje, o maior erro de gestão da história do clube catalão. Sempre cioso da sua cantera, La Masia, o Barcelona perdeu um jogador como Fabregas da forma mais amadora. No mandato de Joan Gaspart a direcção recusou dar um contrato profissional ao jovem. Fabregas não gostou da atitude da direcção catalã e disse que sim ao canto da sereia de Wenger. Estreou-se aos 16 anos pela equipa principal do Arsenal. E aí ficou. O técnico francês poliu-o e não teve medo de lhe dar a batuta da equipa quando ainda era um adolescente. E Fabregas foi crescendo. Foi ganhando os galões de capitão e explodiu finalmente em 2008. Os últimos dois anos passou-os a limar pequenos detalhes. Hoje é um jogador completo. E o Emirates Stadium está, por muito estranho que possa parecer, demasiado pequeno para as suas ambições. Agora a gestão do Barcelona não é a mesma que Fabregas encontrou há cinco anos atrás. E atrás da equipa está Guardiola, o melhor produto que saiu da Masia. E o seu maior defensor. Depois de resgatar Piqué, outra perda absurda que foi compensada a tempo, Guardiola quer repescar Cesc. E colocá-lo como o vértice que falta no seu meio-campo de diamante. Muitos criticam a opção de Guardiola tendo no onze Xavi Hernandez, muito provavelmente o mais completo futebolista da actualidade. Aliás tanto Aragonés como Del Bosque sempre utilizaram a justificação de que é Xavi quem tem barrado a entrada de Cesc no onze titular de La Roja. Só que a realidade é distinta. Não só ambos já mostraram, em campo, que combinam de forma perfeita como Xavi cumpriu já 31 anos. Fabregas tem 23. É o seu sucessor natural.

 

Com Fabregas no onze o Barcelona teria em 2010 um quinteto de luxo.

Guardiola poderia manter Xavi e Busquets na linha de meio-campo dando mais liberdade a Fabregas. O médio assentaria que nem uma luva no esquema de jogo blaugrana, permitindo também a Iniesta confirmar-se definitivamente pelo lado esquerdo do ataque, que agora vive entre a intermitência de Thierry Henry - que deverá estar de saída - e a afirmação de Pedro Rodriguez. O argentino Leo Messi continuaria a dominar o flanco direito e Zlatan Ibrahimovic completaria o quinteto. Isto sem esquecer as alternativas que o banco azulgrana teria para o técnico. De Keita a Pedro, de Asulin a Dos Santos, de Bojan a Jeffren sem esquecer Touré ou Marquez, que podem ou não sair este Verão. Uma equipa já estruturada, matura e com uma pérola extra. Bom de mais para ser verdade, pensarão em Camp Nou. A realidade é que Fabregas é o grande tubarão deste Verão. Antes do Mundial ele é, sem qualquer dúvida, o melhor jogador do Mundo que não está colocado num clube de elite. Tendo em conta que o Arsenal, por muito que Wenger se esforce, começa a perder estatuto internacional. Será cobiçado por tudo e todos. Mas sabe bem o que quer. E até agora soube esperar a ofertas tentadoras. Com o objectivo de voltar a casa.

O Barcelona nega-o. O agente do jogador também. O Arsenal pede que deixem o seu campeão em paz. E o Real Madrid sonha em dar a estocada ao seu eterno rival. Mas o coração de Fabregas é blaugrana. O jogo do Barça está-lhe nos genes. E a oferta de Guardiola é irrecusável. O Verão ainda está longe mas o casamento parece anunciado. Pep pode sorrir. A sua coroa de diamantes ficaria completa.



Miguel Lourenço Pereira às 15:45 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Ya existe Avenida Eusebio, Estadio da Luz; NO EXIS...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO