Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Foi uma das maiores polémicas dos anos 80 e travou a ascensão de uma das grandes promessas do futebol francês. De um lado o capitão do Saint-Ettiene. Do outro um Jean François Larios. No meio da tormenta a senhora Platini. Não foi a primeira vez que um jogador pôs em risco a carreira por uma mulher. Mas no final percebeu-se que Michel Platini tinha mesmo o estatuto de marechal de França.

Jean François Larios era uma estrela em potência. Em 1977 despontou no onze do Saint-Ettiene com uma naturalidade assustadora. Tinha chegado ao conjunto verde em 1973 depois de fazer a formação no Pau, clube do seu pai, um antigo internacional nascido na Argélia. Rápido, ágil e com faro de golo, a estreia como titular dos Verts surgiu com 20 anos. O jovem chegava a uma equipa de campeões onde pontificava outra jovem estrela, um tal de Michel Platini. Por essa época a reputação de rebelde perseguia-o junto dos técnicos e encantava os adeptos, desejosos de ver um jogador carismático. Após o empréstimo ao Bastia, tornando-se num dos jogadores da Ligue 1 e levando os corsos à final da Taça UEFA, o filho pródigo volta a casa. Levanta-se a polémica sob a sua ausência dos convocados para o Mundial da Argentina mas imediatamente após a péssima prestação dos Bleus na prova, Larios é convocado pela primeira vez. Todos estavam de acordo. Ali poderia estar o futuro lider da nova geração gaulesa. O apelido de "Grand Jeff" não enganava.

 

Com Johnny Rep e um jovem Michel Platini, o meio campo do Saint-Ettiene era demoníaco. Os passes precisos de Larios são determinantes na notável campanha na Taça dos Campeões Europeus e na revalidação do titulo de campeão francês. É eleito com imensa margem o melhor jogador do campeonato francês à frente de...Platini. Os bons amigos tornam-se rivais e o ambiente no balneário vai-se crispando a cada mês que passa. Platini reinvindica mais protagonismo e ameaça com sair para Itália onde Inter e Juventus o esperam. Larios tem ofertas do Real Madrid e Barcelona mas a direcção recusa-se a libertar as duas pérolas. E então chega o Mundial de Espanha. Os jogadores, já totalmente de costas voltadas, mal se falam e o balneário está tenso. E então dá-se o escândalo que iria marcar a própria prestação gaulesa na prova.

A imprensa francesa lança a noticia de que o jogador teria um caso extra-matrimonial com, Christele, precisamente a mulher de Michel Platini. O já capitão francês entra num estado de fúria incontrolável. Esteve perto de agredir fisicamente Larios e quando acabou dissuadido pelos colegas utilizou o seu estatuo. Ou Larios saía da equipa nacional de França, ou então saía ele. A Federação Francesa de Futebol e o seleccionador Michel Hidalgo tentaram acalmar o jogador mas a postura era irreversível. Na eminência de perder o lider da equipa - que tinha o apoio da esmagadora maioria do balneário - os dirigente preferiram sacrificar Larios. O médio, que tinha sido titular no jogo inaugural com a Inglaterra, foi relegado à bancada e convidado a sair do centro de estágio. No final da prova a FFF convocou-o a Paris para prestar declarações. Larios antecipou-se e anunciou publicamente que se retirava dos jogos internacionais.

 

Com Platini já a caminho da Juventus, Jean Larios decide ficar em Saint-Ettiene. Mas o ambiente é de cortar à faca e depois de um ano decepcionante convidam-no a sair. Pela porta pequena. O médio migra, primeiro para Espanha onde irá representar o Atlético de Madrid. Logo passa pelo futebol canadiano e suiço até que volta a França. A imagem manchada pela conservadora opinião pública francesa e a constante adoração à volta da figura de Platini marcam a sua carreira de forma irremediável. Durante anos é assobiado em todos os estádios por onde passa. Em 1986, com 30 anos, decide por um ponto final a uma carreira que esteve perto de atingir a brilhantez. Ao contrário, Platini, que deixa o futebol um ano depois, consagra-se como a grande estrela do futebol internacional. Para lá dos prémios individuais (incluindo 3 Ballon´s D´Or consecutivos) e das conquistas em Itália e com a selecção gaulesa, o número 10 transformou-se no icone do foot-champagne. E relegou para a obscuridade um jogador de um talento tão grande como o seu rebelde ego.

Os problemas no balneário muitas vezes ficam aí. O caso de Larios e Platini não é único. A fama de jogadores como Pelé, Romário, Ronaldinho ou Beckhambauer precedem-nos e ainda há poucos meses Luduvic Giuly e Robert Pires foram associados à mulher de Raymond Domenech, razão pela que tinham sido descartados pelo seleccionador. No entanto o caso de Larios foi especial. Porque se deu durante um Mundial. Porque privou a França de um dos seus melhores executantes. E porque serviu para demonstrar que até nas grandes equipas há muitos segredos negros por contar.



Miguel Lourenço Pereira às 10:12 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO