Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Nos anos 90 jogava na Europa um futebolista ganês que deslumbrava pela qualidade do seu toque de bole. Não tinha a mesma magia que indicava o outro com o seu sobrenome, mas foi um dos esteios do Olympique Marseille campeão da Europa em 1993. Era Abedi Pele, a par de Roger Milla e George Weah, o mais desequilibrante jogador do continente negro da década de 90. O seu irmão, Ayew Kwane, também brilhou na Europa, particularmente no campeonato português onde deixou saudades entre Sporting, Vitória de Setubal e Boavista. Dois nomes com carreiras distintas mas que sempre honraram o mesmo apelido. Agora começa uma nova geração a despontar. E todos olham para Abdul Rahim e André Ayew como as novas esperanças para liderar a nova geração ganesa. Resta saber o quanto pesa o apelido desta família nestes dois jovens.

 
Abdul Rahim despontou na equipa do seu pai, Nania F.C. Como muitos filhos de grandes estrelas, viveu sempre sobre os holofotes da fama mas também debaixo da larga sombra paternal. Quando tinha oito anos, o seu pai sagrou-se campeão da Europa e era consagrado pela terceira vez consecutiva como o maior futebolista africano. No final da década Abdul começou – a par dos seus irmãos André e Jordan – a dar os primeiros toques. Anos depois passou para o Elevan Wise, um dos grandes do futebol ganês da actualidade. Depois de dois anos a brilhar nas provas africanas, e depois de ter liderado a selecção do seu pais Natal nas categorias de sub 17, sub 20 e sub23, o jovem Abdul prepara-se finalmente para dar o salto. Tem já contrato para a próxima época com o TSV Hoffenheim, a grande sensação da primeira volta da Bundesliga, que tem já preparado o projecto de assalto ao próximo ano. A chegada de Abdul para o meio campo é mais uma contratação cirúrgica dos alemães. Jovens promessas a preço de saldo e com o futuro pela sua frente. Depois de optar jogar pelo Gana – poderia tê-lo feito pela selecção francesa – Abdul tornou-se aos 23 anos num mito para os jovens do seu pais.
 
Quatro anos mais novo, o seu irmão André é outro dos esteios da futura selecção ganesa. Nascido em Lille, em 1990, quando o pai já brilhava nos relvados franceses, tem dupla nacionalidade franco-ganesa. Um filho do Mundo que cedo decidiu que ia fazer carreira na Europa e chegou a jogar pela selecção gaulesa das camadas de formação. Depois não resistiu ao chamamento da terra de origem do pai e estreou-se em 2007, com apenas 17 anos, como internacional ganês. Depois do período de formação no clube paternal conseguiu um lugar na equipa que celebrizou o pai na Europa, o Olympique Marseille. Actualmente sob empréstimo ao FC Lorient, aos dezanove anos André tem tudo para singrar no futebol francês. Extremo habilidoso e veloz, é uma das referências das camadas jovens gaulesas e uma aposta de futuro segura na cidade portuária que já anunciou que o resgatara para atacar a Champions League do próximo ano. Em 2007 Andre tinha-se estreado no Dragão pelo Marselha. Agora no próximo ano espera voltar a brilhar nos mesmos holofotes e com a mesma camisola que consagrou o pai e sob o olhar atento de Arsene Wenger que já mostrou interesse em contar com o talentoso jovem na sua armada de talentos precoces em Highbury. O flanco esquerdo do ataque marselhês espera pelos seus dribles ao mesmo tempo que os adeptos já se juntam no campo de reservas para ver mais um Ayew, o jovem Jordan, de quem o pai Abedi, orgulho como poucos, já se atreveu a elogiar como o melhor de todos os três.
 
O futuro o dirá mas parece certo que a próxima década do futebol africano voltará a viver sob o signo do apelido Ayew, a ínclita geração do futebol ganês que conta com o mítico Abedi como o padrinho perfeito para um futuro de sonho.


Miguel Lourenço Pereira às 08:12 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO