Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Em 1982 o Mundo ganhou um despeito particular pelas selecções da Áustria e RF Alemanha. Estavamos no quente mês de Junho, sob o sol tórrido de Espanha e os dois países vizinhos combinaram um empate que interessava a ambos. E que ditava a eliminação da Argélia. 28 anos depois as "vitimas" argelinas tornaram-se em carrascos. A história tem destas coisas...

Era triste olhar para dois ecrãs e seguir os esforços de um lado face à tranquilidade de outro. No duelo que os opunha ao Malawi, o Mali dava tudo por tudo para ir desfeiteando o guardião rival. O sonho do apuramento estava vivo para ambos depois de chegarem à última ronda com opções de qualificação. Se o Malawi pontuasse, tanto Angola como Argélia teriam de vencer para garantirem o apuramento. No entanto, se fosse o Mali a vencer o desafio, o empate entre ambas as selecções tornava-se suficiente. E assim foi.Numa das jornadas mais vergonhosas da história da CAN, o Mali arrancou o seu jogo de forma demolidora. Apontou dois golos nos primeiros minutos - dois tentos diabólicos de Kanoute e Keita - e ficou à espera do resultado do campo rival. Alertados para a situação os jogadores argelinos e angolanos puseram em prática o seu pacto particular. As imagens mostravam os jogadores em relaxadas conversas e a bola a deambular pelo meio campo sem que nunca tenha existido uma real clara oportunidade de golo. Nem o ataque do onze comandado por Manuel José nem a equipa que se qualificou para o Mundial. Em campo estavam apenas jogadores mentalizados em não sofrer golos. Manter o status quo.

 

Do outro lado o Mali desesperava e continuava o seu massacre às redes do Malawi, esperando que, de um momento para o outro, um golo fizesse justiça à sua exibição. O terceiro tento confirmou a vitória dos malianos e deu outro tom ao jogo disputado em Luanda. Se Angola e Argélia ainda tinham esboçado, no final da primeira parte, um simulacro de desafio, na segunda parte nenhum dos ataques se moveu. A bola era trocado no próprio meio-campo  de cada equipa face ao claro desconforto dos técnicos nos bancos.

 

E quando os adeptos argelinos começaram a festejar o apuramento - em casa de empate eram eles os eliminados - o Mundo começou a lembrar-se daquela triste tarde no Mundial de Espanha. Numa era onde a FIFA ainda não tinha criado o conceito da última jornada ser disputada à mesma hora, os argelinos venceram o último jogo face aos chilenos, esperando que uma vitória da Áustria ou da RF Alemanha fizesse história e os tornasse no primeiro onze africano a apurar-se da fase de grupos. Só que a amizade entre austriacos e alemães vinha de longa data. Antes do jogo, como confessaria mais tarde o guardião Harald Schumacher, os jogadores fizeram um pacto de não-agressão. Uma vitória no El Molinon nesse 25 de Junho, garantia o apuramento de ambos, inclusive da Alemanha que tinha perdido o jogo inaugural com os argelinos. Um empate ou vitória austriaca eliminava os germânicos. Aos 10 minutos Hrubesch marcou com a ajuda da defesa rival. E a partir daí o jogo acabou. O espectáculo foi vergonhoso durante 80 minutos e no final o objectivo cumprido. A Áustria caía na fase seguinte mas a Alemanha chegaria até à final.

Á época a reclamação da selecção argelina conquistou a opinião público. O onze liderado por Rabath Madjer entrou para a história por forçar a FIFA a mudar as regras, obrigando todos os seus torneios a serem decididos, na última ronda, à mesma hora. Agora, os mesmos adeptos que queimaram nas ruas de Argel as bandeiras da AustriaAlemanha, voltam para casa satisfeitos depois de aplicar a mesma fórmula. Ironias do futebol, quando o resultado importa os valores ficam fora do relvado. Ontem, como hoje! 


Categorias: , , ,

Miguel Lourenço Pereira às 11:06 | link do post | comentar

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO