Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

Pode até ser irónico que tenha sido um português a causar os primeiros calafrios à máxima potência africana. Depois do empate a 0 de ontem a Costa do Marfim está mais perto do que nunca de cair na Fase de Grupos da CAN. O temido rival de Portugal, um dos favoritos de Platini para o Mundial, tem um lado escuro que é oportuno decifrar. Para evitar cair na mitologia bem portuguesa da desgraça.

Antes de mais é verdade que a cabeça dos marfilenhos tivesse estado fora do lugar. O ataque ao Togo era fresco, a zona a mesma e as ameaças de morte que alguns elementos da selecção receberam foram bem reais. Mas isso não explica o empate a zero contra o Burkina Faso. Nem a sensação de que a equipa das estrelas de África deixou em 90 minutos. Nervosismo, incapacidade de reagir perante a adversidade e muitos, muitos problemas de tomar o controlo ao jogo. Notas importantes para Queiroz e companhia.

Para os que acreditam na natural superioridade do Brasil - que também é algo que merece uma análise bem mais profunda do que se parece fazer - a Costa do Marfim seria a inevitável besta-negra portuguesa no próximo Mundial. Afinal é a selecção da moda de África - há meia década concretamente - e uma das selecções melhor armadas do certame. Mas que continua a mostrar um desiquilibrio que pode ser-lhes fatal. Ter Didier Drogba, Kalou, os irmãos Touré, Zokora, Eboué ou Koné é o sonho de qualquer seleccionador. Mas o bósnio Vahid Hallidodzic parece ter problemas bem mais complexos. E que pouco têm que ver com os nomes no terreno.

 

Os Elefantes apenas venceram a prova uma vez, no longinquo 1992.

As duas últimas tentativas - já com Drogba como estrela absoluta - esbarraram no muro egipcio. As ambições para esta edição eram legitimas mas o empate diante do Burkina Fase de Paulo Duarte deixou claro que são ainda significativas as debilidades do conjunto marfilenho. A defesa de quatro com Eboué, Boka, Touré e Demel é sólida mas joga demasiado atrás, deixando um grande espaço de manobra para uma ataque móvel como o português. Se Touré é excelente na marcação homem a homem, a ausência de um ponta-de-lança fixo pode ser um verdadeiro quebra-cabeças, particularmente para Eboué, longe da boa forma que mostrou em Highbury Park há uns anos. Touré, Zokora e Romaric são os carros de combate e trazem o espirito competitivo da liga espanhola. Os sevillistas são excelentes nas transições e Touré é dotado de um nível táctico e técnico soberbos.Mas parecem jogar muito compactados no eixo central, deixando as alas sempre a descuberto. Por aí atacou o Burkina Faso e por aí deve ferir o ataque luso.

Porque no ataque as armas falam por si. Drogba, KalouKoné são os habituais titulares. Doumbia, Gervinho e Keita suplentes de luxo. E no entanto são jogadores que preferem grandes espaços, jogar em velocidade e em contra-ataque. Defesas bem povoadas e distribuidas são o seu antidoto natural. Viu-se durante a qualificação africana. Viu-se ontem. Jogar com uma defesa avançada é suícidio. Utilizar um bloco sólido é o primeiro caminho para neutralizar o ataque da mais temida selecção africana. A Costa do Marfim não deixa de ser uma belíssima selecção, que tem os seus dias. Melhores ou piores. Como qualquer outra equipa. Tem jogadores que decidem um jogo. E um sistema de jogo fluído e que procura a velocidade e o toque antes do calculismo e a força pura. Mas a sua grandeza também se torna facilmente na sua ligeira perdição. E é com essas armas que terá de ser encarada.

A Costa do Marfim pode acabar por vencer a CAN. Precisa de ganhar ao Gana - outro dos favoritos - ou esperar que o Burkina Faso não consiga melhor resultado que eles frente aos ganeses. Mas também pode cair à primeira. Isso pouco interessa a Portugal. O fundamental ficou a nu e é uma base de trabalho útil para Queiroz. Decifrar o código marfilenho é a chave para determinar o futuro de Portugal no Mundial. Encarar o rival nos olhos e feri-lo nos pontos débeis é o que faz uma equipa vencedora. Portugal vai ainda bem a tempo de deixar a débil teoria e tornar-se num perfeito exemplo de mutação prática e competitiva. O futuro o dirá.



Miguel Lourenço Pereira às 14:24 | link do post | comentar

1 comentário:
De settore a 12 de Janeiro de 2010 às 22:51
Settore offensivo (http://sectorofensivo.blogspot.com/)

Cónicas dos jogos dos 3 grandes;
Um olhar pelas restantes equipas da liga;
Casos da Jornada(Pontos da Verdade);
Futebol Internacional e Selecções;
Lembrar semanalmente velhas glórias;
Golos da semana;
Sondagens;

E outros tantos motivos de interesse num blogue cada vez mais participado e bastante activo! Visite-nos e junte-se ao Settore Offensivo!

Settore offensivo (http://sectorofensivo.blogspot.com/)


Comentar post

.O Autor

Miguel Lourenço Pereira

Fundamental.
EnfoKada
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


FUTEBOL MAGAZINE. revista de futebol online


Futebol Magazine


Traductor


Ultimas Actualizações

Toni Kroos, el Maestro In...

Portugal, começar de novo...

O circo português

Porta de entrada a outro ...

Os génios malditos alemãe...

Be right back

2014, um Mundial de parad...

Brasil vs Alemanha, o fim...

Di Stefano, o jogador mai...

Portugal, as causas da hu...

Últimos Comentários
ManostaxxGerador Automatico de ideias para topicos...
ManostaxxSaiba onde estão os seus filhos, esposo/a...
En el libro último de Carlos Daniel ni siquiera se...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
.Xavi e o melhor jogador meio campista atual e da ...
Posts mais comentados
69 comentários
64 comentários
47 comentários
Arquivo
.Do Autor
Cinema
.Blogs Portugueses
4-4-2
A Outra Visão
Açores e o Futebol
Duplo Pivot
Foot in My Heart
Futebol Finance
Futebol Portugal
Lateral Esquerdo
Leoninamente
Minuto Zero
Negócios do Futebol
Pitons em Riste
Porta 19
Portistas de Bancada
Reflexão Portista
TreinadorFutebol
.Blogs Internacionais
Os mais destacados blogs internacionais de futebol
.Imprensa Desportiva
Edições Online Imprensa
Aviso

Podem participar nesta tertúlia futebolistíca enviando os vossos comentários e sugestões à direcção de correio electrónico: Miguel.Lourenco.Pereira@gmail.com


Bem Vindos a Em Jogo...


Nota



O Em Jogo informa os leitores que as fotos publicadas não são da autoria do weblog sendo que os seus respectivos direitos pertencem aos seus legítimos autores.



Siga o Em Jogo através do:

Follow Em_Jogo on Twitter


Em Jogo

Crea tu insignia

Bem vindo!

Categorias

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO